terça-feira, 27 de outubro de 2015

Significado e origem de sobrenomes alemães - Parte 12


201. Schindler: sobrenome poligenético que significa fabricante de telhas. Provém etimologicamente do termo gótico skildus, aparentado linguisticamente com o termo latino scindula, ambas com o mesmo sentido. O sobrenome é proveniente do centro-sul da Alemanha.
Variantes:
Schindel - variante que significa literalmente telha.
Schindelmacher - variante que significa literalmente fabricante de telhas.
Schindeln - variante no plural da língua alemã.
Schindeler - variante derivada.
Sindelar - variante própria da Áustria.
Schindelar, Schindelarsch - variante próprias da Boêmia e Morávia.
Schindelka, Sindelka, Sindel - variantes do leste europeu.

202. Reuter: sobrenome poligenético que significa morador de um clareira. Está relacionado ao termo do alto alemão medieval riute que significa clareira, espaço aberto na floresta. Uma outra explicação sustenta que o sobrenome quer dizer músico tocador de rote (espécie de instrumento de cordas medieval do século XI), relacionando-se ao substantivo do francês medieval roteer ou routeer. O sobrenome é comum na Áustria e sul e sudeste da Alemanha.
Variantes:
Reutter, Reuters, Reutters, Reuther, Reutther, Reuthers, Reutthers, Reute - variantes comuns.
Royther, Royter, Roiter, Roither, Roytter - variantes do centro-leste da Alemanha.
Ruter, Rutter, Ruters, Rutters - variantes consideradas obscuras.
Neureuter, Neureuther - variantes que significa Novo Reuter, dando suporte por isso à primeira explicação, no sentido que designaria habitantes novos de uma clareira.

203. Sander: sobrenome patronímico que significa filho de Alexander. A forma Sander também é um primeiro nome usado na Alemanha, da mesma forma que o italiano Sandro e o húngaro Sandor. Atualmente é comum na parte ocidental da Alemanha, principalmente na Baixa Saxônia e Westfália.
Variantes:
Sanders - variante comum no plural.
Saunders - variante relacionada ao desenvolvimento paralelo na língua francesa.
Zander - variante relacionada que é uma forma do patronímico, podendo entretanto ser confundida com uma espécie de peixe comum na Alemanha, o lúcio-perca. Para dirimir dúvidas, o tal peixe só foi nomeado assim a partir do século XVI e, como o sobrenome é mais antigo, não há possibilidade que esta forma se relaciona ao animal.

204. Reinhardt: sobrenome patronímico que significa filho de Reinhardt. Reinhardt é um primeiro nome comum na Alemanha, derivado da aglutinação dos termos do antigo germânico rain (puro, verdadeiro) e harti (duro, forte, coração). O sobrenome é comum na metade ocidental da Alemanha.
Variantes:
Reinhard - variante comum também muito abundante como primeiro nome e sobrenome.
Reinard - variante comum na Suíça.
Reinert - variante comum em Hamburgo, Renânia do Norte-Westfália e Renânia-Palatinado.
Reinherd, Reinherdus, Reginhard, Reginhardus - variantes arcaicas.
Reinhardi - variante do sul da Alemanha.
Reinhart - variante comum.
Rainhard, Rainhardt, Rainhart - variantes relacionadas à Saxônia-Anhalt, leste da Alemanha e Áustria.
Reinward - variante da região da Saxônia.
Reinke, Reincke, Renke, Reinecke - variantes relacionadas aos Países Baixos e norte da Alemanha.
Renart, Renard - variantes na língua francesa.

205. Frey: sobrenome poligenético que significa agricultor livre, isto é, agricultor que não era servo de um feudo ou vassalo de um nobre, sendo possuidor de uma gleba própria na Idade Média. Ocorre principalmente no sul da Alemanha e Suíça.
Variantes:
Frei - variante comum.
Fray - variante na região renana.
Frej - variante comum do leste europeu.
Fry - variante na língua inglesa.

206. Ebert: sobrenome patronímico que significa filho de Eberhardt. Eberhardt é um primeiro nome muito comum na Idade Média que é resultado da aglutinação dos termos do alto alemão medieval eber (javali macho) e harti (duro, forte). O sentido do nome seria "forte como um javali" ou "impetuoso como um javali". O sobrenome é a forma mais comum do patronímico de Eberhardt no alemão moderno, com concentração no Hesse e Baden-Württemberg. Existem inúmeras variantes curtas atualmente.
Variantes:
Ebers, Eber, Ebbert, Eberth, Ebberth, Eberht - variantes de Ebert.
Eberhardt, Eberhard, Eberhart, Everhard, Everhardt, Everhart, Eberhardus, Ebirhart, Ebirhardt, Ebihard - variantes relacionadas ao primeiro nome Eberhardt, por isso consideradas arcaicas.
Evert, Everth, Evertt, Ewer, Ever, Ewert, Ewerth, Ewertt, Evers - variantes nativas do norte da Alemanha.
Evertz, Ewertz - variantes do nordeste e leste da Alemanha. Eberlein, Eberlin, Ebl, Ebel, Ebeler, Ebeling, Ebling, Ebelmann, Ebelman, Evermann, Everman, Eble, Ebli - variantes de dialetos do norte da Alemanha.
Epp, Eppe, Eppel, Eppelmann, Epps, Eppl, Epple - variantes de dialetos do sul da Alemanha.
Eberle, Eberl, Eberli - variantes na língua suábia, mas mais comuns no extremo-sul da Alemanha, na região fronteiriça meridional dos estados de Baden-Württemberg e Baviera.

207. Böttcher: sobrenome que significa tanoeiro, fabricante de barris. Provém do baixo alemão medieval bödekker com o mesmo sentido. É sobrenome relacionado à metade setentrional da Alemanha, mas não deixa de ocorrer no sul, bem como suas variantes.
Variantes:
Bottcher, Bötcher, Botcher, Boetcher - variantes simples.
Böttger, Boettger, Bottger, Boetger, Boetge, Bötge, Bötticher, Botticher, Böttiger, Bottiger, Bötger, Botger - variantes relacionadas ao leste da Alemanha, principalmente Saxônia, Saxônia-Anhalt e Brandemburgo.
Küfer - variante para o mesmo ofício profissional, proveniente de kufe - balde, vasilha cônica. Suas variantes são: Kufer, Kufermann, Kuferman, Küfne, Küfner, Küffne, Küffner, Kufner, Kuffner, Kufne, Kuffne.
Binder - variante também para o mesmo ofício profissional, proveniente de binder - treliça, liga que une ou trespassa. Esta forma é própria e muito corrente na Baviera. Suas variantes são: Bind, Binde, Bindermann, Binderman, Bindter, Pinter, Pintermann, Pinterman.
Fassbinder - variante própria da Áustria. Suas variantes são: Fassbender, Fassbaender, Fassbind, Fässler, Fassler, Fassmacher.
Boettner - outra variante do norte da Alemanha.
Büttner - variante relacionada a bütte que significa cuba, vasilha.
Bittner - variante aparentada com a variante anterior.
Schäffler, Schaeffler, Scheffler - variante do ofício profissional própria do Palatinado e da Baviera.
Kübler, Kubler - outras variantes derivadas da raiz semântica de kufe, próprias da Baviera.
Rumtreiber - variante obscura.
Schedler - variante nas regiões de língua alemânica.
Simmermacher - variante própria do Hesse.
Tonnenmacher - variante própria da Renânia do Norte.

208. Gruber: sobrenome poligenético com duplo significado embora ambos sejam convergentes: poço, no sentido de denominar construtor de poço ou dono de um poço; vale ou ravina, no sentido de denominar um habitante deste tipo de relevo. Sua origem é comprovadamente alpina, sendo bastante comum na Baviera e o sobrenome mais popular da Áustria.
Variantes:
Gruber (toponímico) - variante que se refere aos seguintes locais:
* Um distrito em Bad-Birnbach, Rottal-Inn, Baviera.
* Um distrito em Gangkofen, Rottal-Inn, Baviera.
* Um distrito em Taufkirchen, Mühldorf-am-Inn, Baviera.
* Um distrito em Unterreit, Mühldorf-am-Inn, Baviera.
* Uma localidade em Koppl, Salzburg, Áustria.
Grube - variante comum. Enquanto toponímico se refere aos seguintes locais:
* Um município no distrito de Ostholstein, Schleswig-Holstein.
* Um distrito em Bad Wilsnack, Brandemburgo.
* Um local em Bergisch Gladbach, Renânia do Norte-Westfália.
* Um distrito em Neutrebbin, Brandemburgo.
* Um distrito em Potsdam, Brandemburgo.
* Um distrito do município de Schorssow, Mecklemburgo-Pomerânia.
* Uma colina em Nostitz, Weissenberg, Brandemburgo.
* Um rio da Renânia do Norte-Westfália.
* Um riacho em Wismar, Mecklemburgo-Pomerânia.
Griebel - variante comum.
Grover, Grovermann, Groverman, Growe, Grübel, Grübl, Grubert, Grubner - variantes relacionadas.

209. Schramm: sobrenome poligenético que significa cicatriz. O sobrenome surgiu para denominar aquele que porta uma cicatriz. O sobrenome encontra-se espalhado por toda a Alemanha.
Variantes:
Schramme, Schram - variantes comuns.

210. Fröhlich: sobrenome poligenético que significa alegre. Provém do alto alemão medieval oriental vroelich com o sentido de alegre, feliz, satisfeito. O sobrenome é comum em toda a Europa da língua alemã.
Variantes:
Fröhlichs - variante no plural.
Froehlich, Froelich, Frölich, Fröhlicher - variantes comuns.
Frølich - variante na Escandinávia.

211. Herzog: sobrenome poligenético que significa um título feudal do antigo Sacro Império Romano-Germânico, correspondente ao título de duque nos países de língua latina. Provém do alto alemão medieval herizogo com o sentido de líder original, líder militar. O seu uso como sobrenome está associado a habitantes das terras de um Herzog, aos vassalos de um Herzog ou soldados e cavaleiros que eram aliados ou subordinados de um Herzog. É improvável que o uso do termo como sobrenome esteja vinculado ao fato de ter sido um Herzog ou pertencer à família de algum, dado essas famílias nobres possuírem suas próprias denominações familiares. O sobrenome é próprio da Alemania (região alemã em que se fala o dialeto alemânico), Baviera, Francônia, Caríntia e Suábia, mas sua ocorrência é comum em todo o País.
Variantes:
Hertug - variante na língua dinamarquesa.
Hertzog - variante encontrada principalmente em Brandemburgo.

212. Hesse: sobrenome toponímico que significa habitante do Hesse (Hessen na língua alemã). O Hesse é um dos principais estados da República Federal da Alemanha, sucessor imediato do histórico e medieval Landegraviato do Hesse, existente desde o século XIII.
Variantes:
Hess, Hessen - variantes simples.
Hessin - variante do gênero feminino.
Hesse (toponímico) - variante de uma comuna francesa na Lorena.

213. Maurer: sobrenome poligenético que significa pedreiro. Provém do termo do alto alemão medieval murari ou mûraere com o mesmo sentido. Sobrenome comum em toda a Alemanha.
Variantes:
Mauerer, Mäurer - variantes comuns, encontradas principalmente na Turíngia e no Hesse.
Murer - variante no dialeto kölsch.
Mürker, Muurmann - variantes do baixo alemão.
Meurer - variante mais comum na Renânia-Palatinado.
Mauer - variante do sul da Alemanha.
Mauro - variante encontrada no sul da Alemanha e região dos Alpes.
Meurers, Maurers, Maurern - variantes no plural.

214. Rudolph: sobrenome patronímico que significa filho de Rudolph. Rudolph é um primeiro nome comum na língua alemã derivado da aglutinação dos termos do alto alemão medieval hrod ou hroud (fama, honra) e wolf (lobo).
Variantes:
Rudolf - variante simples.
Dolf, Ruddl, Radolf, Roff, Rolf, Rolli, Rollo, Rudi, Rudo, Rul, Ruodi, Ruloff, Rudloff - variantes na língua alemã.
Roele, Roelef, Roelf, Roelof, Rolef, Rolof, Roloff, Roluf, Roolof - variantes na língua frísia.
Rolph, Ralph, Rudie, Rudy - variantes nas línguas inglesa e saxônica.
Raulf, Rodolphe, Roux - variantes na língua francesa.
Roelof, Ruud, Roel - variante na língua holandesa.
Rodulf - variante na língua sueca.
Roff, Rolf, Rollo, Rudi, Rudo, Ruedi, Riodi, Rüedi, Rüdi, Ruodi, Rudl - variantes comuns na Suíça, encontradas nas várias formas dialetais do país.
Ruf - variante muito comum em Baden-Württemberg.
Ruff, Ruof, Ruoff, Ruef, Rueff - outras variantes curtas.
Radulf - variante arcaica.
Radulfus, Radulph, Rodulf, Rodulff, Rodulff, Rodulfus, Rodulphus, Raoul - variantes arcaicas encontradas irregularmente.
Radolt, Ratold, Rathold, Ratholdt - variantes causadas por aliteração.
Rado - variante derivada do alto saxão medieval.
Raah, Raah, Raath, Radte, Rath, Ratt, Raahd, Raad, Raadt, Radt, Raahke, Raake, Raahken, Raaken - variantes espalhadas ao longo do norte da Alemanha.
Rathjen, Rathjens - variantes muito comuns em Schleswig-Holstein.
Rathje - variante comum na Saxônia.
Rathge - variante comum na Saxônia-Anhalt.
Radtke - variante comum em Brandemburgo e Mecklemburgo-Pomerânia.
Raatjes - variante encontrada em Hannover.
Ratjens, Ratje, Raatjes, Raatje, Ratjes, Rathgen, Rathgens, Rahtgen, Rahtgens, Radge, Radgen, Radke, Ratke, Rahtke, Rahdke, Radcke, Raadcke, Rathke, Rathcke, Rahtken, Rahtkens, Raadtke, Rathkens - variantes causadas por aliteração, todas concentradas no norte da Alemanha.



215. Geiger: sobrenome poligenético que significa violinista. É um sobrenome comum no sul da Alemanha, na região dos Alpes e Áustria.
Variantes:
Geigers, Geigern, Geyger - variantes comuns.
Geiger (toponímico) - variante que se refere aos seguintes locais:
* Um distrito do município de Engelberg, Traunstein, Baviera.
* Um distrito do município de Reut, Rottal-Inn, Baviera.
* Um distrito do município de Wessobrun, Weilhem-Schongau, Baviera.

216. Seitz: sobrenome alemão de origem eslava proveniente do sobrenome polonês Zacaj que significa coelho. Tanto as formas germanizadas quanto as formas polacas são comuns no leste da Alemanha principalmente em Brandemburgo, Saxônia-Anhalt, Saxônia e Mecklemburgo-Pomerânia.
Variantes:
Seiz, Sitz, Seetz, Seis, Seytz, Seys, Zeitz, Zeis - variantes na língua alemã.
Zacaj, Zajc - formas próprias da língua polonesa.

217. Stephan: sobrenome patronímico que significa filho de Stefan. Stefan é um primeiro nome comum derivado do grego Stephanos que quer dizer o coroado, o galardeado, o vencedor. Comum em toda a Europa de língua alemã.
Variantes:
Stefan, Stephans, Stefans, Steffan, Stephann, Steffans - variantes comuns.
Stefen, Steffen, Stefens, Steffens - variantes comuns no norte e centro da Alemanha.

218. Behrens: sobrenome que pode se comportar como poligenético ou como patronímico e que significa urso. Provém do alto alemão antigo bëro com o mesmo sentido. Pode ser uma outra forma de Bernhardt ou um nome próprio original como Behren. Independente de sua relação ou origem, o propósito do uso do nome ou sobrenome é denominar aquele que é forte como um urso.
Variantes:
Berens - variante comum no noroeste e região renana.
Berenz - variante do centro e norte da Alemanha.
Berends, Behrends, Behrend, Berend - variantes do norte e oeste da Alemanha.
Behrendt, Berent, Behrendts, Berents, Berentz, Behrentz - variantes do norte e leste da Alemanha.
Baehrens, Baehrendt, Baehrent - variantes próprias da região de Colônia e extremo norte da Alemanha.

219. Scherer: sobrenome poligenético que significa de forma correspondente ao cirurgião-barbeiro da época colonial no Brasil. Isto é, o profissional responsável pelos cuidados médicos essenciais. Até a generalização do ensino universitário na Europa, cada burgo ou cidade medieval do antigo Sacro Império Romano-Germânico possuía suas próprias corporações ou grêmios de Scherer. A profissão existiu até o século XIX, quando tanto na Áustria, quanto na Alemanha, a exigência da formação médica tornou-se legal. Historicamente, a função de Scherer esteve relacionada a procedimentos e conhecimentos artesanais. O sobrenome e suas variantes são comuns em todo a Europa de língua alemã.
Variantes:
Scherer (caso excepcional) - variante não-relacionada que vale a ressalva. Designa o construtor de órgãos musicais. Como a profissão era muito menos comum na Alemanha do que a de cirurgião-barbeiro, as origens do sobrenome relacionadas a este caso são muito menos correntes. O sobrenome neste particular seria relacionado à região de Hamburgo.
Schérer - variante na língua francesa.
Scherrer, Scheerer, Scheer, Scher - variantes comuns.
Schärer, Schaerer, Scharer, Scharrer, Schaer, Schär - variantes comuns no norte da Alemanha.
Scherermann, Schermann, Schaermann - variantes com o sufixo mann.

220. Adam: sobrenome patronímico que significa filho de Adam (Adão). O sobrenome é comum na Europa Ocidental de forma original, pois a forma é idêntica na grande maioria das línguas da região - francesa, alemã, inglesa, holandesa, flamenco, etc. As variantes simples são Adams, Adami e Adame.








Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...