quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Significado e origem de sobrenomes alemães - Parte 13


221. Stahl: sobrenome poligenético que significa literalmente aço, mas deve ser entendido como armadura ou numa acepção mais exata metalúrgico. Na língua alemã, historicamente o profissional que trabalha com processos de fabricação de objetos de metal é o ferreiro (Schmidt), todavia o termo Stahl - proveniente do alto alemão medieval stal - parece semanticamente mais vinculado a um tipo de ferreiro que trabalha diretamente com fundição, com metais em altas temperaturas, na confecção de peças inteiras de metal. O termo arcaico já citado foneticamente se aproxima de uma palavra antiga que servia para designar também machado. O sobrenome é de origem prussiana e já aparece datado do século XV.
Variantes:
Stal, Staal, Staahl, Stäel, Stael, Stahler, Stahle, Stahli, Stall, Stahelin, Stahlin - variantes comuns e relacionadas.

222. Steiner: sobrenome poligenético com dois sentidos possíveis e reconhecidos:
1 - Significa aquele que vive num local rochoso, mas especificamente aquele que vive em um penhasco.
2 - Significa um ofício profissional: lapidador, aquele que trabalha com lapidação de pedras (gemas) preciosas e semi-preciosas.
Steiner é uma derivação do vocábulo alemão stein que significa literalmente pedra, rocha. O sobrenome ocorre principalmente no sul da Alemanha - Baviera, Hesse, Baden-Württemberg - , na Áustria, Liechtenstein e no cantão de Berna, Suíça.
Variantes:
Steyner, Steine, Steinel - variantes comuns.
Steiner (toponímico) - refere-se aos seguintes locais:
* Um distrito no município de Egglham, Rottal-Inn, Baviera.
* Um distrito no município de Warngau, Miesbach, Baviera.
* Uma localidade em Flachau, Saint Johann in Pongau, província de Salzburg, Áustria.
* Alpes Steiner - pequena cordilheira na fronteira entre a Áustria e a Eslovênia, entre os rios Salve e Savinja.

223. Kurz: sobrenome poligenético que significa curto. Refere-se à altura do indivíduo. 
Variantes:
Kurtz - variante própria do norte da Alemanha.
Kurze - variante comum.
Curtz, Curz - variantes encontradas no centro-leste e centro-sudeste da Alemanha.
Kurc - variante própria do leste europeu, em especial Polônia.

224. Dietz: sobrenome poligenético que significa pessoa. Está relacionado ao antigo alto alemão thiot que significa o mesmo. Surge como uma denominação particular para designar indivíduos (pessoas) que habitavam a área interior de um castelo ou fortaleza na condição de servos ou agregados. O sobrenome concentra-se na Renânia-Palatinado e Hesse, com igual importância na área de Berlim.
Variantes:
Tietz, Thietz - variantes relacionada ao leste da Alemanha e Polônia.
Diez, Dies - variantes simples.
Tydso - variante arcaica do século IX.
Tiezo, Diezo - variantes arcaicas na região de língua alemânica.
Thycen, Dyczinne - variantes da região da Boêmia.
Ticze, Ditze, Ditz - variantes relacionadas à Saxônia e Brandemburgo.

225. Brunner: sobrenome poligenético que significa fonte d'água. Provém do alto alemão medieval brunne com o mesmo sentido. Designa aquele que habita próximo a uma fonte de água ou aquele que é dono de uma fonte ou poço. O sobrenome está concentrado no sul da Alemanha, Suíça e Áustria.
Variantes:
Breuner, Breunner, Breiner - variantes próprias da Áustria.
Bruner - variante comum.
Brüner - variante da região do Hesse.
Pruner, Prunner - variantes comuns à Áustria e Suíça.
Brno, Prno - variantes na República Tcheca.
Brun, Brunn - variantes curtas.
Bruenn, Bruen - variantes da região da Turíngia.
Brunner (toponímico) - Uma localidade em Golling an der Salzach, Hallein, Salzburg, Áustria.

226. Moser: sobrenome poligenético que significa musgo, mas com o sentido de aquele que habita num pântano ou planície alagadiça. Provém do alto alemão medieval moos com sentido de pântano, vegetação de pântano. O sobrenome é próprio e comum do sul da Alemanha, Suíça e Áustria.
Variantes:
Moser (toponímico) - uma localidade em Grünbach, Freistadt, Alta Áustria.
Mooser - variante mais comum na Suíça e Áustria.
Mozer - variante por aliteração.
Moos - variante arcaica.
Mosl, Mosler - variantes derivadas.
Möser - variante toponímica que se refere a uma localidade em Jerichower, Saxônia-Anhalt.
Moss - variante que significa literalmente musgo na língua alemã.

227. Ulrich: sobrenome patronímico que significa filho de Ulrich. Ulrich é um primeiro nome comum na Europa de matriz germânica que significa rico ou poderoso legado, poderosa linhagem, poderosa família, poderosa matriz. Provém da aglutinação dos termos do alto alemão medieval uodal (herança, linhagem) e rihhi (rico, poderoso). O seu uso como primeiro nome tornou-se extremamente popular por causa de São Ulrich de Augsburg (890-973), principalmente pelo seu papel na defesa da cidade contra os invasores húngaros. No caso do sobrenome, ele é tão comum na Europa germânica quanto o primeiro nome.
Variantes:
Ullrich - variante mais comum enquanto sobrenome.
Ulrik - variante mais comum no leste da Alemanha.
Olerik, Odelrik - variantes no baixo alemão.
Odor - variante na língua húngara.
Urh, Urch - variantes na língua eslovena.
Odalrich, Oldrich - variantes na língua tcheca.
Udalricus, Udalrich, Huldreich, Hulderich - variantes pouco usuais.
Ulrichs, Ullrichs - variantes no plural.
Ulli, Uli, Ueli, Ulo - variantes próprias da Suíça.
Ullerich, Ulerich, Ulricher, Ulrici, Ullmann, Ulke, Ulk, Ulreich, Ullreich - variantes relacionadas encontradas em diversos locais da Europa de língua alemã.
Utz, Utzmann, Ützle - variantes do norte da Alemanha.
Uller - variante na região da Francônia.
Jedele, Jehle, Jehl - variantes na língua suábia e na língua alemânica.
Uhlig, Uhllig, Ullig, Ulig - variantes na língua bávara.
Uhlich, Ulich - variantes mais relacionadas à Saxônia e Brandemburgo.

228. Löffler: sobrenome poligenético que significa colher e colhereiro (um tipo de pássaro pernalta da Europa Central - nome científico Platalea leucorodia). De acordo com a Sociedade Genealógica de Scheffel, o sobrenome se refere ao antigo ofício de artesão de colheres de madeira, que incluía também a produção de outros utensílios usados na cozinha. Sua ocorrência é comum no sul da Alemanha e no Tirol, Áustria.
Variantes:
Loeffler - variantes simples.
Löffl, Loeffl - variantes curtas.

229. Reichert: sobrenome patronímico que significa filho de Reichard ou filho de Reichhardt. Reichardt (ou suas variantes) correspondem ao primeiro nome da língua portuguesa Ricardo que provém do frâncico rîcohard que significa forte comandante, poderoso comandante. A forma Reichert é mais comum do patronímico na Alemanha, em especial na região de Baden-Württemberg.
Variantes:
Reichard, Reichhardt, Reichardt, Reichart, Reicherd, Reychardt - variantes comuns.
Reichel - variante mais comuns no sul da Alemanha e Suíça.
Raichel - variante do judeu alemão (ashkenazi).
Reichelt, Reichl, Reichle, Reischel, Reischl - variantes do centro e do sul da Alemanha.

230. Schwabe: sobrenome toponímico que significa suábio, procedente da Suábia. A Suábia é uma região política e histórica da Alemanha, situada no sul da Alemanha, tendo como limites aproximados, a Floresta Negra, no oeste, o rio Lech, no leste, o Lago Constança, no sul, e a região de Stuttgart , no norte. A Suábia constitui um poderoso ducado medieval do Sacro Império Romano-Germânico, a partir do século X. A denominação do território provém da antiga denominação latina Suevia, na qual habitavam a tribo dos bárbaros suevos. A região possui um dialeto próprio, em que muitas palavras diferem radicalmente da língua alemã. A ocorrência deste sobrenome está mais concentrada nas regiões de Berlim, Hanover e Hamburgo.
Variantes:
Schwab - variante mais comum em Baden-Württemberg, na região de Viena, Áustria, e no vale do rio Aar, na Suíça.
Schwaab - variante mais comum no norte da Alemanha.

231. Brauer: sobrenome poligenético que significa cervejeiro. Na Alemanha, o Brauer constitui uma classe profissional que agrupa dois artesãos envolvidos com diferentes etapas do processo de fabricação de cerveja. O cervejeiro propriamente dito e o produtor de malte, que nem sempre se ocupa do processo final de fabricação. O sobrenome é comum em toda a Alemanha.
Variantes:
Breuer - variante comum no sul da Alemanha, Áustria e Suíça.
Bräuer - variante comum do norte da Alemanha.
Breier, Breyer - variantes do sul e sudeste da Alemanha, Áustria, Hungria e República Tcheca.
Braeuer - variante da região do Hesse.
Brejer - variante eslava.
Briar - variante grosseira.

232. Gerlach: sobrenome patronímico que significa filho de Gerlach. Gerlach é um primeiro nome da língua alemã que significa lanceiro, guerreiro que manuseia uma lança. Etimologicamente é derivado alto alemão antigo ger-laeh com o mesmo sentido. O sobrenome é comum na Alemanha, mas especialmente na região montanhosa de Harz, no norte do país.
Variantes:
Gerlec - variante arcaica.
Gerlacher - variante derivada.
Görlach - variante do centro da Alemanha e região renana.

233. Brink (1a. vertente): sobrenome poligenético que significa fronteira, beira, litoral, limite, no sentido de uma localização situada na periferia de um território constituído - aldeia, burgo, castelo, feudo - que serve como marco natural. O Brink é entendido como um lugar ligeiramente elevado e a palavra nesta forma possui o sentido de colina no leste da Westfália. O sobrenome, portanto, serve para designar desde a Idade Média um habitante de um território limítrofe normalmente elevado, ou ainda um habitante de um território litorâneo, que no caso seria uma fronteira natural. O sobrenome é próprio do norte da Alemanha e Países Baixos.
Brink (2a. vertente): sobrenome poligenético aproximado da vertente anterior que significa colina com grama verde, forma figurada (grama verde) para designar habitantes de zonas não-tributárias de obrigações feudais, isto é, agricultores livres.
Variantes:
Brinkmann - variante muito comum com o sufixo mann.
Brinker, Brinke - variantes derivadas.
Brink (toponímico) - variante que se refere aos seguintes locais:
* Um localidade em Gummersbach-Oberbergischer, Renânia do Norte-Westfália.
* Uma localidade em Herscheid, Renânia do Norte-Westfália.
* Um distrito em Oberhausen, Renânia do Norte-Westfália.
* Um bairro histórico em Wuppertal, Renânia do Norte-Westfália.

234. Göbel: sobrenome patronímico curto que significa filho de Godebert ou filho de Godebald. Godebert é um primeiro nome comum da Idade Média na Europa Ocidental devido a um rei lombardo homônimo que viveu no século VII. Seu significado aproximado é chefe brilhante, esplendor divino, chefe divino ou brilhante. O sobrenome é comum no Hesse, Renânia-Palatinado, Sarre e norte de Baden-Württemberg.
Variantes:
Godebert, Godepert, Godebald, Gundipert, Godeberto, Godipert, Godpert, Gotebert, Gotbert, Gosbert, Gottpert, Gottbert, Godebold, Gotebolt, Gotebalt - variantes diretamente relacionadas ao primeiro nome, consideradas arcaicas e algumas raras.
Gobele - variante encontrada em Colônia.
Goblo, Gobelo - variantes encontradas no Hesse.
Gobil - variante na língua servo-croata.
Gobeler, Gebel - variantes encontradas na Silésia, Polônia.
Goebel, Goebl, Göbl - variantes simples.
Goebbels, Goebels, Göbels - variante no plural.

235. Blum: sobrenome poligenético que significa flor. Provém do alto alemão medieval bluome com o mesmo sentido. Enquanto sobrenome pode se referir aos seguintes casos:
1 - Um floricultor ou jardineiro;
2 - Alguém bonito como uma flor;
3 - Alguém que é comerciante de especiarias, em particular de noz-moscada, pois esta era uma denominação figurativa do tempero na Idade Média.
O sobrenome é concentrada no sudoeste da Alemanha.
Variantes:
Bluhm - variante comum.
Bloom - variante na língua inglesa.
Blom, Blohm - variantes do centro e sul da Alemanha.
Bloem, Bloeim - variantes na língua holandesa e noroeste da Alemanha.

236. Naumann: sobrenome poligenético que significa recém-chegado, forasteiro. Está concentrado no sul da Alemanha, em regiões do dialeto bávaro.

237. Stark: sobrenome poligenético que significa aproximadamente guarda civil, policial, pois o sentido está relacionado ao vocábulo alemão Stärke que quer dizer força, de proteção civil, isto é, justamente o trabalho das forças policiais. O sobrenome é comum em toda a Alemanha, em especial no centro-sul.
Variantes:
Starck, Starcke, Starke - variantes comuns.

238. Wirth: sobrenome poligenético com três significados possíveis:
1 - Alguém que era chefe de família e de sua própria linhagem, no sentido de que não estava na dependência vassálica de alguém.
2 - Nas regiões do leste da Alemanha, uma denominação para estalajadeiro, dono de hospedaria.
3 - Uma forma abreviada para o primeiro nome arcaico Werdo que significa valoroso, sendo neste casa um patronímico.
Os genealogistas alemães reconhecem que as duas primeiras explicações são prevalecentes, sem desconsiderar a terceira, que seria própria de casos excepcionais.
Seja como for, o sobrenome se aproxima graficamente e foneticamente ao vocábulo correspondente a valor em alemão, entretanto, não significando necessariamente essa qualidade.
Variantes:
Wirt, Wierth. Wierthe, Wirtz, Wiertz, Wirz, Würth, Wuerth, Wyrth, Wört, Wörth, Wert - variantes relacionadas.
Worthmann, Wortmann - variantes relacionadas com o sufixo mann.

239. Schenk; sobrenome poligenético que corresponde a um antigo título da média nobreza alemã que pode ser traduzido como copeiro. O Schenk era o responsável pela supervisão das adegas e vinícolas de um determinado território ou ainda pela supervisão e fornecimento de vinhos e outras bebidas alcoólicas (exceto o de cerveja) para um príncipe ou outro importante nobre. A partir do século XVI, o uso do título em algumas regiões terá caráter meramente honorário, não significando que todos os Schenken desempenhassem a função. No alemão moderno, o termo Schenk serve para designar taberna, pub, bar, casa de bebidas alcoólicas, todavia não podemos afirmar que o vocábulo tenha a acepção de taberneiro, pois historicamente o mesmo está mais relacionado ao título de copeiro realmente. 
Enquanto sobrenome de origem nobre, Schenk é encontrado em mais de 70 famílias na Alemanha e Áustria.
Variantes:
Schenken - variante no plural.
Schenck - variante simples.

240. Zündler: sobrenome poligenético com duas possíveis explicações:
1 - Uma variação prussiana para o termo Sindel - comerciante de sedas finas ou tecidos finos.
2 - Um ofício profissional relacionado ao manuseio ou processamento de pólvora, isto é, e materiais explosivos.
A primeira explicação é prevalecente, sem desconsiderar a segunda.
Variantes:
Zünd, Zündt - variantes curtas.
Zindler - variante comum.
Czindal - variante da Silésia.
Zundert - variante relacionada a um município holandês em Brabante do Norte.

Um comentário:

Fábio disse...

Obrigado por colocar o sobrenome Zündler. Abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...