sábado, 19 de dezembro de 2015

Significado e origem de sobrenomes alemães - Parte 28 - Sobrenomes judeus alemães (ashkenazi)


Judeus ashkenazi na Alemanha em 1876





Para saber mais sobre os judeus da Alemanha e Europa Central: https://pt.wikipedia.org/wiki/Asquenazes e http://www.chabad.org.br/interativo/faq/sefaradim.html 



Ressaltamos aqui que, embora os sobrenomes judeus alemães possuam a tendência de se serem identificados como específicos da etnia, isso não é uma regra estanque. Por exemplo, o sobrenome Wolf (lobo) é usado por famílias judaicas que se consideram descendentes da tribo de Benjamin. Entretanto, Wolf (lobo) é um nome germânico usado antes mesmo das primeiras migrações judaicas à Europa Central. Da mesma forma, Kirschbaum (cerejeira) aparece relacionado a muitas famílias judias na Idade Média, todavia documenta-se o uso de Kirschbaum nos séculos XIV e XV apenas para identificar o vendedor de cerejas. 



Em outras palavras, dos ditos sobrenomes judeus alemães, embora ocorra uma grande possibilidade de determinados sobrenomes serem autenticamente judeus, ocorrem exceções. Somente estudos genealógicos podem apontar com segurança a origem de determinada família.



Listamos aqui apenas a lista mais frequente de sobrenomes judeus alemães e seus significados.
Nomes bíblicos
Aaron - Aarão. Profeta bíblico irmão de Moisés. Variante: Aron.
Abraham - Abraão. Patriarca bíblico considerado o fundador do monoteísmo. Importante no judaísmo, cristianismo e islamismo. Variantes: Brahms, Brom, Brum.
Adam - Adão. O primeiro homem criado por Deus de acordo com o livro bíblico do Gênesis. Variante: Adams.
Emmanuel - Emanuel. Nome messiânico profetizado no livro de Isaías (7:14). Variante: Immanuel.
Ephraim - Efraim. Patriarca hebreu, filho de José, que no entanto teve o mesmo status dado aos filhos de seu avô Jacó e por isso nomeia uma das doze tribos de Israel. Variantes: Efraim, Efrain, Efrem, Efren, Ephram, Ephräm, Ephraem.
Esra - Esdras. Escriba hebreu líder do grupo de israelitas que retornaram da Babilônia para a Palestina em 457 a.C. Variante: Ezra.
Jehoschua - Josué. Líder das tribos israelitas na conquista de Canaã (Palestina). Variantes: Jeschua, Josua, Jehoshua, Jeschu.
Noach - Noé. Patriarca bíblico descrito no livro do Gênesis, construtor de uma arca que sobreviveu ao Dilúvio. Variantes: Noah, Noe.
Solomon - Salomão. Terceiro rei de Israel, famoso por sua sabedoria. Variantes: Solomo, Salenmon.
Simon - Simão, Simeão. Patriarca bíblico filho de Jacó, nomeia uma das doze tribos de Israel. Variantes: Simeon, Shimon, Siemon, Simone.
Ismael - Ismael. Filho de Abraão com sua escrava Agar. Variante: Jischmael.
Elija - Elias. Um dos mais importantes profetas hebreus, viveu no reino de Israel após a divisão das tribos, durante o reinado de Acab. Variantes: Elia, Elijah, Elias, Ilja, Ilia, Ilya.
Bethlehem - Belém. Cidade natal do rei David. Variantes: Betlehem, Efrata.
Elischa - Eliseu. Profeta bíblico discípulo e sucessor de Elias. Variantes: Elisäus, Elisa.
Ezechiel - Ezequiel. Sacerdote e profeta hebreu durante o exílio na Babilônia. Variantes: Ezekiel, Hesekiel.
Jesaja - Isaías. Um dos mais importante profetas hebreus e o mais completo sobre a vinda messiânica. Variante: Isaiah, Isaias.
Jeremia - Jeremias. Profeta hebreu de destaque que presenciou a destruição de Jerusalém por Nabudonosor em 586 a.C. Variantes: Jeremias, Jeri, Jere, Mias, Ermias.
Isai - Jessé. Pai do rei David. Variante: Jesse, Jischaj, Yisay.
Ijob - Jó. Personagem principal do livro homônimo na Bíblia. Variantes: Job, Hiob, Ijov, Ayub.
Jona - Jonas. Profeta hebreu da tribo de Zebulom. Variantes: Jonas, Jonah.
Jonathan - Jonatas. Filho do rei Saul e amigo próximo do rei David. Variante: Jonathan.
Joschija - Josias. Rei de Judá após a divisão das tribos, reformador e mencionado como fiel a Deus diante da idolatria da época. Variantes: Josias, Josiah, Josia.
Mose - Moisés. Juntamente com Abraão e Elias, uma das mais importantes personalidades do judaísmo, líder da repatriação dos hebreus do Egito para a Palestina. Variantes: Moses, Moseh, Moos.
Pessach - Páscoa. Variantes: Pascha, Passah.
Sabaoth - Senhor dos Exércitos. Uma das denominações de Deus na língua hebraica. Variantes: Zebaoth, Zevaot.
Zion - Sião. O monte da cidade de Jerusalém em que foi construído o Templo de Salomão. Variantes: Sion, Tzion, Tsion.
Sacharja - Zacarias. Profeta do pós-exílio babilônico. Variante: Zacharias.
Benjamin - Benjamin. Um dos doze filhos de Jacó, nomeia uma das tribos de Israel. Variantes: Binjamin, Binyamin.
Daniel - Daniel. Profeta hebreu durante o exílio na Babilônia. Variantes: Deniel.
David - David. O segundo rei de Israel. Variante: Dawid.
Samson - Sansão. Décimo terceiro juiz de Israel, liderou a luta contra os filisteus. Variantes: Simson, Schimschon.
Jakob - Jacó. Filho de Isaac, patriarca de extrema importância no judaísmo, também chamado Israel. Variante: Jacob, Yakov.
Josef - José. Um dos filhos de Jacó que foi vendido escravo por seus irmãos. Posteriormente, será o protagonista da migração israelita até o Egito. Variante: Joseph, Yosef.
Menahem - Manassés. Patriarca hebreu, filho de José, que no entanto teve o mesmo status dado aos filhos de seu avô Jacó e por isso nomeia uma das doze tribos de Israel. Variantes: Menachem, Mendel, Mandel.
Juda - Judá. Patriarca hebreu, nomeia uma das doze tribos de Israel, filho de Jacó e Lia. Variante: Yehuda.
Isaak - Isaac. Filho de Abraão e Sara, casado com Rebeca, também um importante patriarca hebreu. Variante: Issaak, Izaak.
Levi - Levi. Um dos filhos de Jacó, patriarca de uma tribo de Israel a quem foi confiada as obrigações sacerdotais. Variante: Levy.
Ruben - Rubem. O primogênito entre os filhos de Jacó. Variantes: Reuben, Reuven, Rouven, Rouveni, Rouwen, Rubens, Rupen, Ruven, Ruwen.

Nomes com alusão a episódios bíblicos
Nachteiller - "Divisão durante à noite". Referência a um episódio envolvendo o patriarca Abraão em Gênesis 14:15.
Baum - Árvore. Referência à árvore (genealógica) que começa em Abraão e na qual estão as principais personalidades do judaísmo.
Adler - Águia. Referência a uma das alcunhas de Moisés.
Stein - Pedra. Referência a Isaac, que foi deitado num altar de pedra para ser sacrificado por seu pai Abraão conforme o capítulo 22 do Gênesis.
Süskind, Süssekind, Siskind - Doce criança. Referência aos profetas "jovens" da tradição hebraica.
Löwe - Leão. Referência a benção de Jacó a seu filho Judá em Gênesis 49:9.
Drache - Dragão, Serpente. Referência a benção de Jacó a seu filho Dã em Gênesis 49:17.
Wolf - Lobo. Referência a benção de Jacó a seu filho Benjamin em Gênesis 49:27.
Hirsch - Cervo, Gazela. Referência a benção de Jacó a seu filho Naftali em Gênesis 49:21.
Bär - Urso. Referência a benção de Jacó a seu filho em Gênesis 49:14. Obs.: em algumas traduções o animal aludido é um jumento.

Nomes representativos das tribos de Israel conforme as pedras preciosas da placa peitoral do sumo-sacerdote (Conforme a tradição talmúdica e alusiva a Êxodo 17:21)
Rubin - Rubi. Para a tribo de Rubem.
Smaragd - Esmeralda. Para a tribo de Simeão.
Topas - Topázio. Para a tribo de Levi.
Karbunkel - Carbúnculo. Para a tribo de Judá.
Saphir - Safira. Para a tribo de Issacar.
Diamant - Diamant. Para a tribo de Zebulom.
Hyazinthe - Jacinto. Para a tribo de Dã.
Achat - Ágata. Para a tribo de Naftali.
Amethyst - Ametista. Para a tribo de Gad.
Chrysolith - Crisólito. Para a tribo de Aser.
Onyx - Ônix. Para a tribo de José (Efraim e Manassés).
Jaspis - Jaspe. Para a tribo de Benjamin.

Nomes representativos das tribos de Israel conforme as cores associadas de acordo com a tradição talmúdica
Roth - Vermelho. Para a tribo de Rubem.
Schwarz - Preto. Para as tribos de José (Efraim e Manassés) e Benjamin.
Grün - Verde. Para a tribo de Simeão.
Weiss - Branco. Para a tribo de Zebulom.
Blau - Azul. Para as tribos de Issacar e Judá.
Gelb - Amarelo. Para a tribo de Dã.
Rosa/Rosarot - Rosa. Para a tribo de Naftali.

Nomes relacionadas à tradição talmúdica que os arcanjos Miguel e Gabriel trouxeram respectivamente a prata e o ouro à terra
Sobrenomes: Silbermann, Zilbermann, Goldberg, Goldbaum, Goldmann.

Nomes relacionados a frutos descritos na tradição bíblica

Sobrenomes: Weiz, Feigenbaum, Weintraub, Honig, Teitelbaum, Morelenbaum.

Nomes de casa relacionadas a famílias judias em Frankfurt am Main

Sobrenomes: Adler, Rothschild, Sichel, Einhorn, Elephant, Stern, Storch, Strauss, Pflug, Schwarzschild.

Nomes hebraicos germanizados

Baruch - Abençoado. Sobrenomes: Selig, Seliger, Seeliger, Seligmann.
Karmí - Vinha, Vinhedo. Sobrenome: Weingartner, Weingarter, Weingartel.
Abel. Sobrenomes: Ebel, Avel, Evel, Ebelmann.

Nomes relacionados a profissões ou origens
Vale lembrar que são sobrenomes usados por famílias judias e cristãs do mesmo modo. Estão listados aqui porque aparecem frequentemente relacionados a famílias judias, mas não são exclusivas de ashkenazim.
Sobrenomes: 
Biermann, Kramer, Cremer, Kremer, Cramer, Melzer, Bethmann, Cantor, Swiss, Schweitzer.

Nomes estritamente judeus

Klemperer - o "batedor" de portas nas comunidades judaicas para lembrar as famílias judias de suas orações matinais.
Rabin, Kaplan - o sacerdote hebreu, o rabino. Também se acrescenta porém sem o aspecto estrito: Cohn, Kohn, Kahn, Kuhn.
Schaechter - o açougueiro judeu que procede o abate e o corte de animais conforme o ritual kosher.
Saenger - o cantor do coro numa sinagoga.

Topônimos e toponímicos relacionados frequentemente a famílias judias
Sobrenomes: Guggenheim, Guggenheimer, Gugenheim, Gougeheim, Jugenheim, Heller, Kissinger, Worms, Schapiro, Shapiro, Spiro, Spira, Speyer, Dreyfus, Dreyfuss, Trier, Epstein, Ginzburg, Halpern, Halperin, Horowitz, Karlin (da Bielorrússia), Mintz, Schlesinger, Pollock, Sinsheim, Feuchtwanger, Frankfurter, Wertheimer, Oppenheimer, Landauer.

Corruptelas usadas por famílias judias para esconder a sua real origem

Apfel, Epl - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Efraim.
Bern, Birn, Baren - para os judeus de Berlim.
Ehren, Ohren, Oren, Ahorn - para os judeus descendentes de Aarão (classe sacerdotal).
Eisen - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome Isaac.
Frank, Frankel, Frenkel - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Efraim.
Hack, Hock, Sack - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome Isaac.
Katz, Konz, Kunz - formas contraídas para a expressão Cohen-Zedek - "sacerdote da justiça".
Bein, Ben - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Benjamin.
Benda - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de David.
Gafner - da palavra hebraica gaf'ner (pão?).
Herrmann, Heim - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Chaim.
Hersch - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Naftali.
Jaak, Kaufmann - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Jacó.
Leib, Liebmann, Leipmann, Lippmann - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com  os nomes de Eliaquim, Judá ou Moisés.
Mandel, Mandelbaum, Mandelbrot, Mendelssohn - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Menachem (Manassés).
Maus - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Moisés.
Meier - derivado de uma palavra talmúdica para um dos atributos divinos - "O Iluminador". Não confundir com o tradicional sobrenome alemão Meyer/Meier.
Morgen, Morgenstern, Morgenthau - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Mordequai/Mardoqueu.
Müller - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Samuel.
Oppermann, Opfermann - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Levi ou Cohen.
Scherbaum, Schermann - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Sara.
Schick - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Josué.
Schiff, Schiffmann - derivado da palavra hebraica shifra - O Belíssimo - um dos atributos divinos.
Schul - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Saul.
Sonne - uma forma na comunidade judaica para se referir a filho.
Zahl, Zal - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Salomão.
Zucker, Zuker - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Zacarias.
Zweig - para os judeus descendentes de uma pessoa importante na comunidade judaica com nome de Naftali, também simbolicamente identificado com a gazela, cuja palavra hebraica é ziv.

Outros sobrenomes relacionadas a famílias judias
Patronímicos: Abelsohn, Abramsohn, Michaelson, Avramoff, Abramowitz, Abramowitch, Abramovitz, Ariowitsch, Aronowitz, Lewensohn, Lewinsky, Benjaminowitsch.
Matronímicos: Chaiken, Edelmann, Gittelmann, Malkov, Malkowitz, Perlman, Rivken, Soronsohn.
Nomes profissionais: Gerstmann, Gewürtzmann, Fleischauer, Fleischmann, Kornmehl, Mühlstein, Muskat, Nudelmann, Biegeleisen, Blauzwirn, Harmelin, Ledermann, Nadelreich, Hammerschlag, Hammerstein, Messing, Schleifstein, Garfunkel, Zilversmit.
Nomes de origem toponímica: Asch, Brod, Broder, Brodskij, Bromberg, Brünn, Danzig, Danziger, Friedland, Lemberg, Lemberger, Marienberg, Russak, Breslauer, Friedländer, Littauer, Posner, Presburger, Warschauer, Berlinsky, Brandeis, Brodsky, Dorf, Krakauaer, Lipsky.
Nomes surgidos como apelidos dentro da comunidade judaica: Borgenicht, Ehrlich, Ehrenreich, Friedmann, Gutherz, Gutfreud, Gutermann, Guttermann, Glücksmann, Kleinzhaler, Immerglück, Liebermann, Lustig.
Nomes compostos: Blum, Blumberg, Blumenberg, Blumenfeld, Blumenkranz, Blumenthal, Blümlein, Freudenreich, Freudenthal, Sternberg, Sternheim, Sternlicht, Sternlieb, Stenreich, Sternschuss, Sternweiler, Süss, Süssermann, Süssmann, Goldbaum, Goldblatt, Goldenthal, Goldfaden, Goldfein, Goldfinger, Goldfischer, Goldfreund, Goldkranz, Goldhammer, Goldmann, Goldenmacher, Goldschneider, Goldschlak, Goldstaub, Goldstein, Goldwasser, Rose, Rosen, Rosenbaum, Rosenberg, Rosenberger, Rosenblatt, Rosenblüth, Rosenblum, Rosenfeld, Rosenfelder, Rosengarten, Rosenhain, Rosenkranz, Rosenrauch, Rosenstein, Rosenstock, Rosenthal, Rosenthaler, Rosenzweig, Silberberg, Silberthal, Silberbaum, Silberfeld, Silberstein.


Distribuição geográfica histórica dos judeus ashkenazim na Alemanha e Europa Central
As principais colônias judaicas da Alemanha na Idade Média foram Mainz, Speyer, Worms, Trier, Augsburg, Regensburg, Leipzig e Colônia. Posteriormente, houve comunidades judaicas importantes em Frankfurt, Amsterdam, Haia e Hamburgo, mas já no século XVI, constituídas de judeus sefarditas expulsos da Península Ibérica.
Na Idade Moderna, os judeus ashkenazim prosperaram no Reino da Prússia (destaque para a comunidade de Berlim) e num breve momento no Império Austríaco. No leste europeu, Praga, Varsóvia e boa parte da Polônia formaram comunidades judaicas que migravam sempre em direção ao Oriente no passar das décadas, atingindo posteriormente a Ucrânia, Bielorrúsia, Rússia e região do Báltico.
A maior parte dos judeus da Alemanha e Europa Central nos séculos XIX e XX migraram em direção às Américas, principalmente Estados Unidos e Argentina. Com o Holocausto da II Guerra Mundial, o processo migratório para a Palestina (que já estava em curso desde a década de 1920) tomou extraordinário impulso.












32 comentários:

Unknown disse...

Muito esclarecedor para conhecer nossas origens
Obtigada

Anônimo disse...

Muito interessante. Tem algo sobre o sobrenome Weintraub? Agradeço desde já.

Joaquim Dias disse...

WEINTRAUB - "wein" = vinho; "traub" = uva. Por isso, "uva de vinho" em oposição às uvas ácidas que se destinam a destilados ou às uvas de mesa que se destinam à alimentação.

É um sobrenome tipicamente judeu alemão (ashkenazi). A mais antiga menção ao sobrenome remete ao século XIV, em Frankfurt.

Distribuição do sobrenome no mundo: http://de.namespedia.com/details/Weintraub

Fonte: BALMER, Heinz. Etymologisches Lexikon der jüdischen Familiennamen.IN: Ein Dienst der ETH-Bibliothek, Zürich, 1996, pág. 158.

Grato pela visita ao blog!

Unknown disse...

Tem alguma coisa com o sobrenome Janisch?

Joaquim Dias disse...

JANISCH - é um patronímico do nome próprio Jan (versão eslava, porém também encontrada no dialeto saxônico), que corresponde ao Johann em alemão ou João em português. A desinência -isch normalmente é encontrada nos dialetos do sul da Alemanha, mas também na região fronteiriça com a República Tcheca, e por vezes na Silésia (Polônia).

Por fim, pode também ser um toponímico relacionado ao assentamento de Janisch, município de Garching an der Alz, distrito de Altötting, Alta Baviera, Baviera, Alemanha.

Segue o link com o mapa da distribuição do sobrenome na Alemanha atual: http://wiki-de.genealogy.net/Janisch_(Familienname)

Grato pela visita ao blog!

Unknown disse...

Boa tarde, o sobrenome Truppel,?

Joaquim Dias disse...

TRUPPEL. TRUPPE, TRUPP - tropa, pelotão armado, batalhão. Genericamente, um militar de baixa patente (soldado, cabo ou sargento) que faz parte de uma tropa. Etimologicamente deriva do termo francês 'trupe' com o mesmo sentido, por sua vez originário do galorromano 'troppus' (rebanho, ajuntamento, grupo).

Truppel é mais comum no sul da Alemanha e Áustria, mas está espalhado em toda a Europa de língua alemã.

Grato pela visita ao blog!

Gold disse...

Boa noite , teria algo sobre o sobrenome lesser?

Gold disse...

Sobrenome lesser, teria algo?

Joaquim Dias disse...

LESSER, LASSER, LÄSSER, LAESSER - do alto alemão medieval 'lâze', 'lâzen' que significa 'sangria', isto é, medida terapêutica que visa retirar o 'excesso de sangue' de uma pessoa doente com objetivos curativos. Em outras palavras, o significado do sobrenome é 'aquele que faz sangrias'. A profissão tornou-se oficial na Europa após o IV Concílio de Latrão (1215), embora a prática seja conhecida e praticada desde a Idade Média. A profissão foi particularmente comum na Baviera, Áustria e Suábia.

Grato pela visita ao blog!

Laura hemsing Kremer disse...

Olá, você poderia citar sobre o sobrenome Kremer de forma mais específica (origem, significado...) estou fazendo um trabalho de genealogia e nao achei muito sobre meu sobrenome na internet

Joaquim Dias disse...

56. Krämer: sobrenome poligenético que significa comerciante. Atestado desde o século XII, o vocábulo provém do alto alemão medieval kraemere, este por sua vez no alemão antigo kramari, com o mesmo significado.
Variantes:
Kramer - variante simples, comum no norte da Alemanha.
Kremer - variante conhecida na língua alemã, mas com ligações históricas aos Países Baixos e Luxemburgo. Pode ser também uma aliteração ou forma dialetal.
Krahmer - variante comum no norte da Alemanha e Brandemburgo.
Krammer - variante comum nas regiões saxônicas.
Kramarz - variante no leste da Alemanha e Polônia.
Kramarsch - variante relacionada à região de Frankfurt.
Krambehr - variante relacionada à região de Mecklemburgo.
Kramarczyk - variante típica da Polônia.
Kramski, Kramsky - variantes encontradas em regiões eslavas como Polônia e República Tcheca, porém tem também alguma ocorrência na Hungria e no entorno de Berlim.
Cramer, Cremer - variantes mais comuns no Hesse.
Kauffmann, Kauffman, Kaufmann, Kaufman - variantes que significam literalmente homem de compra, isto é, comerciante tal como Krämer. Ocorre em toda a Alemanha, com abundância em linhagens judias e no centro-norte da Alemanha, espalhando-se até o leste de Brandemburgo.
Mercator - variante em latim que surgiu no final da Idade Média.
Fragner - variante com significado idêntico, muito ocorrente na Áustria.
Greissler - variante também muito mais frequente na Áustria.

Grato pela visita ao blog!

Tamara disse...

Olá, tudo bem? Estamos achando que meu bisavô era judeu o nome dele era Jacob Urban ele veio da Alemanha, o senhor saberia algo sobre esse nome?

Joaquim Dias disse...

244. Urban: sobrenome patronímico que significa filho de Urban (Urbano). O sobrenome é corrente em toda a Alemanha, bem como sua variante Urbano. As duas formas também são comuns na Áustria, Suíça, Hungria, Itália, República Tcheca, Países Baixos, França e Dinamarca.


Olha, eu posso te afirmar com certeza que o nome Urban é originalmente cristão. Porém, não se pode descartar uma ascendência judia sobre qualquer sobrenome alemão. O que importa verificar se é isso por uma PESQUISA GENEALÓGICA. O sobrenome converge quase sempre uma origem étnica, porém os judeus da Europa Central, em razões de perseguição em vários momentos, adotaram sobrenomes cristãos na forma de corruptelas para garantirem a própria sobrevivência.

Mas não é um sobrenome na própria origem judeu.

Grato pela visita ao blog!

Anônimo disse...

ola professor ,,, GOSTARIA DE SABER QUAL É O SIGNIFICADO DO NOME HASTEMBERG ... ficaria muito grata em saber ...

Joaquim Dias disse...

HASTEMBERG - vou te passar o que encontrei. Esse "m" me parece um aportuguesamento, pois não encontrei em sites e pdf's europeus esta forma, porém encontrei muitas formas HASTENBERG e, mais especificamente, VAN HASTENBERG. No caso, é um sobrenome toponímico, porém sendo muito sincero, não consegui identificar qual a exata localização deste lugar. O que posso afirmar é que este teu sobrenome tem origem seguramente holandesa. Pelo que compilei de dados, a forma HASTENBERG aparece realmente relacionada a este país em várias fontes.

Na verdade, não desisti de encontrar ao menos uma referência topográfica e, sem afirmar com 100% de certeza, mas digamos assim, com uns 70%, me parece que o primitivo "Hastenberg" foi uma aldeia ou um monte (colina) nos arredores da cidade de Sint Oedenrode, na província do Brabante do Norte, Holanda.

Se tiver novidades, posto aqui.

Pelo momento, grato pela visita ao blog!

Unknown disse...

Sou Guedj e Sanson

V. Rosenberger disse...

Tem alguma informação sobre o sobrenome Rosenberger!
Agradeço

Joaquim Dias disse...

ROSENBERGER - é um sobrenome derivado de Rosenberg, sendo este tradicionalmente identificado com a etnia judaica.

Encontrei o seguinte: é um sobrenome muito comum em toda a Europa da língua alemã, podendo ser judeu ou não. Inicialmente, Rosenberger (não Rosenberg) parece apresentar uma origem na região de Baden, no século XV. Entretanto, num curto intervalo de tempo, encontram-se indícios de indivíduos com este sobrenome em outras regiões da Europa Centro-Ocidental.

A maior concentração atual do sobrenome está no Hesse.

Não há uma linha única da história deste sobrenome, dado ele estar muito espalhado pela Europa e também muito corrente na América do Norte e Austrália. Encontrei diversas citações.

Estou à disposição!

Grato pela visita ao blog!

Anônimo disse...

O meu é Friedman, fiquei curioso pois é o mesmo sobrenome do ex-guitarrista do Megadeth. Obrigado caso responda.

Joaquim Dias disse...

FRIEDMAN, FRIEDEMAN, FRIEDMANN, FRIEDEMANN - conjunto de sobrenomes usados tanto por judeus quanto por cristãos, extremamente comuns na língua alemã e também encontrados na língua inglesa e em outros países da Europa Ocidental.

Não há como identificar se é judeu ou cristão, salvo feita uma pesquisa genealógica adequada. É que os significados de origem diferem. Enquanto para os cristãos FRIEDMANN pode ser apenas um patronímico de nomes pessoais como Friedrich, Friedbert, Fridolin, etc., para os judeus a adoção do sobrenome se deve ao seu sentido etimológico que é aproximadamente "homem protetor".

As linhagens judaicas se destacam mais, mas há de fato linhagens genuinamente cristãs que podem ter um destes sobrenomes.

Grato pela visita ao blog!

Unknown disse...

Olá professor Shalom. E o sobrenome Guedes? Sei que ele é Sefaradim mas se tiver alguma informação fico agradecido. Guedes lembra Gad um filho de Yaakov. Abraços

Joaquim Dias disse...

GUEDES - de acordo com Manuel Sousa, em sua obra "As Origens dos Apelidos das Famílias Portuguesas", o sobrenome Guedes tem origem no antigo reino medieval da Galiza (corresponde à atual Galícia, Espanha) e é um patronímico do nome visigótico Gueda.

A maioria das linhagens tendem a serem cristãs, porém há uma possibilidade de ALGUMAS linhagens terem origem judia. No caso, somente um estudo genealógico profundo pode indicar a real origem.

Como Guedes pode ser judeu sefaradi?

Vou tentar usar a regra da corruptela usada amplamente por judeus em várias regiões do mundo durante a Idade Média. Vamos partir do premissa fundamental da perseguição aos judeus durante o período. Pois bem, se você é um judeu numa cidade europeia durante a Baixa Idade Média e o ambiente é hostil à sua etnia, o melhor que você pode fazer é ser discreto. Não externar símbolos ou práticas religiosas, não alardear a sua própria condição perante os demais, etc. Entretanto, você tem um nome e um sobrenome. E mais do que o nome próprio, o teu sobrenome pode "denunciar" a tua origem que desejas permanecer em discrição. Como fazê-lo?

Diria assim, "mascarando","disfarçando", "camuflando" o teu sobrenome, mas de tal forma, que pareça "comum" à população cristã que o cerca, mas seja identificável pelos membros da tua própria etnia, ou seja, pelos judeus da tua comunidade.

Vamos a um exemplo prático: o sobrenome alemão Müller. Müller é o sobrenome mais comum da língua alemã e é encontrado em cerca de 1,5% da população da atual Alemanha, e sobejamente encontrado na Áustria, Suíça, República Tcheca, Polônia, Dinamarca, norte da Itália, Inglaterra e zonas periféricas (isso sem falar nas Américas, África e Oceania). Müller é judeu? Sim e não.

Müller quer dizer moleiro - aquele que trabalha ou possui um moinho, aquele que é empregado na moagem de cereais. Cerca de 95 % dos Müller do mundo não tem origem judaica, mas é possível que 5 % tenha. Inclusive em muitas sinagogas do mundo você encontrará rabinos ou judeus célebres com este sobrenome. Mas como? Também significa apenas moleiro? Não. A origem se deve à regra da corruptela - isto é, adotar um sobrenome comum, que não levante suspeitas, mas que possua um significado originalmente identificável por um outro judeu.

Joaquim Dias disse...

Müller tem relação com o nome hebraico Shmuel (Samuel em português). Um judeu que fosse filho de um Shmuel (ou descendente de um Shmuel seja de segunda, terceira, quarta geração, etc.), poderia adotar o óbvio sobrenome hebraico Bar-Shmuel (filho de Shmuel). Todavia, vamos refletir o perigo disso. Estaria dizendo a toda a região que é um judeu. Isso é bom ou útil? Não. Então poderia de repente, adotar a forma local para parecer "cristão", tipo: Samuelsson, Samuelssen. Também poderia ser, mas dependendo do lugar e do tempo, também não é recomendável. Então poderia "mascarar" o sobrenome: o nome Shmuel tem o hipocorístico de "muel" que em alemão lembra um verbo parecido com "moer". Daí, lembra Müller!!! Portanto: uma razão para adotar um sobrenome tão comum como Müller. Não levanta suspeitas, mantém a discrição que pretendes e ainda pode ser identificável por um outro judeu, dado que: Müller = Muel = Shmuel.

No caso de Guedes, eu posso afirmar que pode ser um patronímico relacionado de fato ao nome hebraico Gad. Só que temos que ser prudentes. Que tenha havido judeus no norte de Portugal e na Galícia na Idade Média que adotaram o sobrenome Guedes, para mascarar que era "filho de Gad", ou mais seguramente "pertencente à tribo de Gad" (segundo a tradição interna), sim, pode. Mas é precipitado dizer que todos os "Guedes" sejam originários deste uso da corruptela. O mais provável é que a grande maioria seja originária de linhagens cristãs e uma pequena minoria PODE ter origem judaica.

Neste caso, só a Genealogia pode desvelar a real origem.

Para finalizar: os judeus não necessariamente SÓ faziam uso de corruptelas. Alguns adotavam o nome de lugares em que habitavam ou mesmo de senhores a que prestavam serviços. Exemplo: pensa num Isaac X da Idade Média, que durante muitos anos teve como encargo a administração das rendas de um senhor feudal que se chamava Guedes. Em algumas situações, uma opção dessas significava viver ou morrer.

Espero ter ajudado. Estou à disposição, se precisar com uma explicação mais clara.

Grato pela visita ao blog!

Unknown disse...

Você sabe algo sobre o sobrenome Mees Mees, Weyn e Neumann? Desde já agradeço

Joaquim Dias disse...

MEES - forma patronímica curta do nome Bartholomeus. No caso, Bartholomeus é uma forma holandesa do nome.

Fonte: LINDEMANS. Brabantse persoonsnaamen in de XII1. En XVI6 eeuw, Leuven 1947.

Joaquim Dias disse...

18. Neumann: sobrenome poligenético que significa homem novo. A origem mais provável se relaciona a recém-chegado, forasteiro, colonizador, migrante numa cidade, herdade, associação ou região. Não há uma única origem geográfica do sobrenome, como já foi afirmado em algumas fontes genealógicas, pois o sobrenome pode aparecer tanto no Oeste quanto no Leste da área de influência da língua alemã na Idade Média. Sobretudo, porque os deslocamentos migratórios no Sacro Império Romano-Germânico foram constantes no fim da Idade Média e início da Idade Moderna. Os migrantes tendiam sempre a serem alcunhados de "homens-novos".
Existe uma família da Pomerânia, estritamente judia, que ostenta o sobrenome Neumann e que parece estar relacionada aos Neumann judeus norte-americanos. Sua origem dataria do século XVII. Outra linhagem dos Neumann pode ser identificada na região da Renânia-Palatinado com ascendência no século XVI, porém sem ser judia.

Joaquim Dias disse...

WEYN - é um vocábulo que aparece tanto no Sarre quanto na Vestfália para vinho. Designa o vitivicultor.

Grato pela visita ao blog!

Unknown disse...

Muito interessante. Também agradeceria se me ajudassem com o sobrenome Mathias. Podem mandar por e-mail maristelatayne@gmail.com Obrigada

Joaquim Dias disse...

MATHIAS - sobrenome patronímico que significa "filho de Mathias". É um sobrenome absurdamente abrangente do ponto de vista de sua origem geográfica. Esta forma "Mathias" é encontrada em diversas línguas europeias, inclusive até em falares do norte da África e no Oriente Médio. Em algumas línguas, aparece como nome próprio, em outras como variante da forma idiomática original.

Elenquei as seguintes possibilidades de origem: alemã, francesa, austríaca, polonesa, inglesa, galesa, irlandesa, espanhola, portuguesa, italiana, grega, sérvia, húngara, croata, dinamarquesa, holandesa, belga, sueca, etc., entre muitas outras.

A origem só pode ser determinada por uma pesquisa genealógica para cada caso particular.

Grato pela visita ao blog!

André Luís Della Volpe disse...

Parabéns pelo site, fantástico.
O Sr. teria alguma informação a respeito do sobrenome Tischenberg?
É da família de minha esposa.
Abraços.

Joaquim Dias disse...

TISCHENBERG - literalmente "montanha em formato de mesa ou tábua". O que encontrei foi o seguinte: Tischenberg foi um aldeia ou localidade (atualmente extinta) que existiu outrora na cidade de Feuchtwangen, no distrito de Ansbach, região da Média Francônia, no estado alemão da Baviera. O último registro civil desta aldeia é de 1927. Além disso, parece que houve uma reforma da configuração urbana da citada cidade em 1970-1971.

Vou fazer uma ressalva: eu encontrei outra aldeia com a denominação de Tischberg na Alta Áustria, mas apenas elencando esta possibilidade.

Espero ter ajudado!

Grato pela visita ao blog e pelas palavras elogiosas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...