quinta-feira, 8 de maio de 2008

Personalidades que marcaram...

Brigadeiro Rafael Pinto Bandeira (1740-1795): líder militar que se destacou na história do RS nas lutas entre portugueses e espanhóis pela demarcação de fronteiras. Foi Comandante Militar da Fronteira e donatário da Sesmaria do Pavão.
Padre Doutor (1729-1813): Pedro Pereira Fernandes de Mesquita, sacerdote católico, escritor, um dos responsáveis pela criação da freguesia de Pelotas, em 1812. Em sua propriedade no Capão do Leão, construiu o Oratório de N.S. da Conceição por volta de 1780 – o mais antigo templo religioso da região.
Hipólito José da Costa (1774-1823): jornalista, ativista político, bacharel em Direito e Filosofia, criador do 1º. jornal brasileiro: o Correio Braziliense, em 1808. Sobrinho do Padre Doutor, viveu parte de sua infância e adolescência no Capão do Leão. É considerado o PATRONO DA IMPRENSA BRASILEIRA.
Sargento Caldeira (século XIX): militar negro que combateu na Revolução Farroupilha ao lado de Teixeira Nunes e do General Netto, sendo considerado amigo íntimo deste último. Viveu e morreu no Passo das Pedras, embora fosse oriundo do Vale do Taquari.
Barão de Santa Tecla (1830-1900): Joaquim da Silva Tavares era político, estancieiro e militar, tendo desempenhado papel importante durante a época do II Império, inclusive combatendo na Guerra do Paraguay. Estabeleceu-se no Capão do Leão por volta de 1880. Sua esposa, Amélia, foi uma das propugnadoras da construção da igreja centenária homônima.
Florentino Antonio dos Santos (1837 -? ): proprietário da antiga taverna com hospedaria de animais que existia na região do Teodósio e que era ponto de parada de tropeiros que vinham trazer gado às charqueadas pelotenses.
Alexandre Gastaud (? – 1940): telegrafista, influente membro da sociedade pelotense, empreendedor e ativista político, responsável pela construção da Ponte do Teodósio. Promoveu a 1ª. radiografia realizada no Brasil, na Santa Casa de Misericórdia de Pelotas, e foi pioneiro no uso de energia elétrica para iluminação.
Gabriela Gastal (1883-1976): humanista, filantropa, destacou-se como médium espírita e homeopata, alcançando renome nacional. Proprietária das terras que hoje compõem a vila de mesmo nome.
Florisbello Garcia Barcellos (1906-1958): piratinense radicado no Capão do Leão, era barbeiro, mas destacou-se como poeta popular e escritor. Teve três obras publicadas.
Elberto Madruga (1921-1985): 1º. Prefeito leonense, foi tenente do exército e contador da Viação Férrea. Vereador por seis mandatos consecutivos em Pelotas, politicamente identificado com o Capão do Leão. Responsável por grandes conquistas para a nossa terra, entre elas: Usina Elétrica, Represa Municipal e Ginásio Estadual.

Um comentário:

Arthur Victoria Silva disse...

Alexandre Diniz Gastaud nasceu no dia 6 de dezembro de 1887, às 11 horas, na Ville de Marseile, França.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...