sábado, 26 de dezembro de 2015

Significado e origem de sobrenomes alemães - Parte 32


511. Brockmann: sobrenome poligenético que significa aproximadamente habitante de um pântano, habitante de um lugar de baixa altitude, habitante de uma planície alagada. Provém etimologicamente do alto alemão medieval broek que tem o significado de lugar baixo, lugar alagado. O sobrenome é mais comum na Alemanha em Steinfurt, Hamburgo, região de Hannover, Soltau-Fallingbostel, Hameln-Pyrmont, Coesfeld, Bremen, Rottenburg-Wümme e Cuxhaven. Data do século XV.
Variantes:
Brockman - variante comum.
Bruckmann, Bruckman - variantes do alto alemão.
Brock - variante curta comum no noroeste da Alemanha. Também ocorre como toponímico.
Brockhaus - variante que significa casa sobre o pântano.
Broc - variante suíça.

512. Schön: sobrenome poligenético que significa bonito, belo, lindo. Pode se referir a uma característica física ou um lugar de procedência que possui esta qualidade. O sobrenome data do século XIV e ocorre principalmente na Baviera, região de Berlim, Hesse e Sarre.
Variantes:
Schoen - variante simples, comum no norte da Alemanha e região de Berlim.
Schöne, Schoene - variantes no feminino e no superlativo da língua alemã. Comuns no leste da Alemanha, principalmente Saxônia, Saxônia-Anhalt e Brandemburgo.
Schonert, Schoenert, Schoener - variantes derivadas.
Schöner - variante mais comum na Francônia e Suábia.

513. Trapp (1a. vertente): sobrenome poligenético que significa serra íngreme, serra áspera. Etimologicamente provém do sueco trappa que significa escadas. O sobrenome denominaria o habitante deste tipo de relevo.
Trapp (2a. vertente): sobrenome poligenético que significa simplório, bobo. Provém do alto alemão medieval trappe. O termo serve para designar um tipo de ave europeia chamada abetarda (Otis tarda). A comparação com a ave era usada figurativamente na Idade Média para designar pessoas bobas, simplórias.
O sobrenome e suas variantes são na maioria comuns no sul da Alemanha, Áustria e Suíça.
Variantes:
Trap, Drab, Trappe, Trappen, Drabb, Trab, Trabb, Drabbe, Trabbe, Treppe - variantes relacionadas.

514. Rössler: sobrenome poligenético que significa criador de cavalos. Provém etimologicamente do alto alemão medieval oriental ross que significa cavalo acrescentado do sufixo -lin que denota ocupação.  O mais antigo registro do sobrenome é de 1340 e ele se concentra principalmente na Saxônia e Saxônia-Anhalt.
Variantes:
Roessler - variante comum no Hesse, Baden-Württemberg, Baviera e Áustria.
Rösler - variante do leste e nordeste da Alemanha.
Roesler - variante comum na Renânia do Norte, Hesse, Turíngia e Baixa Saxônia.
Roseler, Roeseler - variantes derivadas, comuns no centro e leste da Alemanha.

515. Stark: sobrenome poligenético que significa forte. Provém etimologicamente do alto alemão medieval starke com o mesmo sentido. Data do século XIII e é bem comum no sul da Alemanha, concentrando-se em Baden-Württemberg e Baviera, atingindo a Saxônia, mas corrente em todo país.
Variantes:
Starke - variante muito comum, com leve concentração no norte e no Lausitz.
Starch - variante encontrada em Villingen.
Starker - variante da Silésia.
Starko - variante arcaica que também corresponde a um primeiro nome comum na Idade Média.
Starek - variante no leste europeu.
Starkhand, Starkfried, Starcher, Starkolf - variantes compostas típicas da Baviera.
Sterk - variante comum na região de Allgäu.
Fortis - variante latinizada documentada em Stettin, Mecklemburgo-Pomerânia.
Starce - variante encontrada em Dirmstein, Palatinado.
Sterken - variante da Baviera, que também designa um tipo de bebida alcoólica da região.
Sterke - variante do sul da Alemanha, mas que também pode ter o significado de criador de novilhas.
Störkle, Stoerkle - variantes do sul da Alemanha.
Störchli - variante encontrada em Ravensburg.
Storglin - variante encontrada em Freiburg.
Sterchle - variante encontrada em Tübingen.
Stercklin - variante do centro-sul da Alemanha.
Starck, Starcke - variantes bem distribuídas, mas com leve concentração no centro e norte da Alemanha.
Stercke - variante encontrada em Berlim.
Sterkl, Sterks - variantes da Saxônia e sul da Alemanha.

516. Baumeister: sobrenome poligenético que significa aproximadamente mestre-de-obras, arquiteto ou mestre-construtor. Provém etimologicamente do alto alemão medieval bürmeister. O sentido precisa ser verificado pois ele é amplo no contexto medieval. Não somente denominava o mestre em construção civil, porém também poderia ser aplicado a outros profissionais como carpinteiros, estucadores, canteiros, armadores metálicos, serralheiros, etc.  Baumeister antes de ser uma ocupação profissional era um título dado a um artesão da construção civil que era capaz de planejar e administrar uma obra ou uma parte da obra. Para tanto, importava também o aspecto de autenticidade conferido à construção, as inovações técnicas e o refinamento artístico dado.
Só que o significado de Baumeister não se esgota somente no enunciado acima. Baumeister em algumas regiões equivalia a um cargo jurídico responsável pela fiscalização de construções rurais e dos contratos de arrendamento agrícola. Em outros casos, Baumeister correspondia a um superintendente das construções de um distrito urbano ou rural.
De todo modo, Baumeister pode ser entendido de forma genérica (jamais estrita) como arquiteto
O sobrenome data do século XV e ocorre principalmente na Renânia do Norte-Westfália, Baden-Württemberg e Baviera.
Variantes:
Bürmeister, Buermeister, Bumaister - variantes arcaicas.
Buwemeister, Bawmeister - variantes arcaicas da Renânia do Norte.
Burmester - variante encontrada em Altenberge.
Dombaumeister - variante que significa arquiteto de igreja.
Münsterbaumeister - variante que significa arquiteto de catedral ou abadia.
Zwingerbaumeister - variante que significa arquiteto-paisagista (aproximadamente) no sentido de um arquiteto responsável por grandes construções e que também se encarregava dos jardins e arredores do edifício.
Hofbaumeister - variante que significa arquiteto da corte ( de um príncipe, de um nobre).
Stadtbaumeister - variante que significa arquiteto da cidade, podendo também corresponder a um cargo de fiscalização da construção civil de uma cidade ou burgo.
Landbaumeister - variante que significa arquiteto de uma região, de uma terra, podendo ter também conforme a variante anterior um aspecto fiscal.
Marktbaumeister - variante que significa arquiteto do mercado.
Regierungbaumeister - variante que significa arquiteto do governo (de uma cidade, de um distrito, de uma província, etc.).
Bauhaus - variante que significa construtor de casa.
Budowniczy - variante na língua polonesa.

517. Veit: sobrenome patronímico que significa filho de Veit. Veit(Vito ou Guido em português) é um primeiro nome comum na língua alemã derivado etimologicamente do nome latino Vitus que significa vivente, cheio de vida. Podendo igualmente também derivar do alto alemão antigo vidu que quer dizer madeira, árvore. 
A popularização do nome durante a Idade Média se deve a um santo cristão mártir romano homônimo que viveu entre os séculos III e IV. Particularmente, em terras germânicas, sua devoção é enorme na Francônia.
O uso do sobrenome é documentado mais tarde que a maioria dos sobrenomes alemães: somente no século XV. Mas este fato não significa que não houvesse talvez pessoas com o patronímico anteriormente. O sobrenome espalha-se por toda a Alemanha, mas é típico do sul, com leve concentração em Baden-Württemberg.
Feyth - variante arcaica da região da Francônia.
Feit - variante típica da Baviera, Baden-Württemberg, Áustria e República Tcheca.
Feith - variante mais comum na Renânia do Norte-Westfália, região de Hamburgo e Países Baixos.
Feid - variante encontrada na região de Viena, Áustria.
Fait - variante que ocorre no cantão de Ticino, Suíça, e na língua occitana.
Fajt - variante comum à República Tcheca e Eslováquia.
Faido - variante encontrada em alguns cantões centrais da Suíça.
Witta - variante no dialeto do Hesse.
Veith - variante muita ampla, podendo as linhagens apresentarem raízes semânticas diferentes nas diversas regiões e dialetos. Ocorre desde a Boêmia até os Países Baixos e em diversas regiões alemãs e austríacas.
Veidt - variante encontrada no norte da Alemanha, mas que também possui alguma concentração na Renânia do Norte-Westfália e Renânia-Palatinado.
Vithus - variante na língua dinamarquesa.
Wit - variante na língua polonesa.
Vit, Vitek - variantes na língua tcheca.
Vid, Videm - variantes na língua eslovena.
Vida - variante na língua húngara.
Viit - variante arcaica da Baviera.

518. Sachs: sobrenome toponímico que significa saxãohabitante ou procedente da Saxônia. A Saxônia é um estado da República Federal da Alemanha situado a leste do país cuja capital é Dresden. Entretanto, a Saxônia historicamente foi um reino e anteriormente um ducado com diversas divisões e anexações em seu território, por isso o termo possui um abrangência maior que a correspondente ao atual limite do estado federado. O sobrenome certamente também alude à tribo dos saxões que, além de ser o povo relacionado aos estados da Saxônia, Saxônia-Anhalt e Baixa Saxônia, espalhou-se e ocupou diversas outras áreas da Europa.
O sobrenome data do século XIII e ocorre principalmente na região de Berlim, Turíngia, Hesse e norte da Baviera.
Variantes:
Sachse - variante no genitivo da língua alemã, entretanto significa literalmente eixo na língua alemã moderna.
Sachsen - variante que significa literalmente Saxônia.
Saks - variante pouco encontrada na Alemanha, mais comum nos Países Baixos, Estados Unidos da América, Polônia e nos países bálticos. Compreende-se que é uma aliteração linguística. Pode ser igualmente uma variante reduzida de Zacharias.
Sacks - variante mais comum na língua inglesa e nos Países Baixos.
Saggs, Saggs - variante que aparece na língua bávara e também na língua inglesa, mas em cada idioma possui raiz semântica diferente.
Sax - variante muito abrangente que também é reconhecida como outra forma de aliteração linguística. Ocorre na Bélgica, Países Baixos, Grã-Bretanha, noroeste da Alemanha, Hungria e Eslovênia.
Saxe - variante própria da região da Saxônia.
Saxonius - variante latina surgida no século XVI.
Sasse, Sass - variantes do norte da Alemanha.
Saxinger - variante encontrada em Laiflitz e Neumais. 
Sach - variante curta. Em alguns casos, relacionada a famílias judias.
Sas - variante da República Tcheca.
Sassmann - variante de famílias judias do leste europeu e Alemanha. Também pode ser apenas uma variante regional no leste europeu sem relação estrita com famílias judias.
Sasin, Sassin, Sasinek, Sasa, Sassa, Sasse, Sasko, Saslik - variantes relacionadas que aparecem em diversas regiões da Europa Ocidental e Central.

519. Bartel: sobrenome que primeiramente é reconhecido como uma variante derivada do patronímico Barth que por sua vez é uma forma curta de Bartholomäus (Bartolomeu em português). Porém, Bartel designa os barbilhos - "bigodes" - de peixes como o bagre, o barbo e o peixe-gato. Por isso, Bartel pode ser um sobrenome que designa pescadores de peixes de barbilhos ou figurativamente pessoas que tem bigode ou barba irregulares, ralas. 
O sobrenome ocorre em Mecklemburgo-Pomerânia, Brandemburgo, região de Berlim, norte da Saxônia-Anhalt, nordeste da Baixa Saxônia e Hesse. Data do século XIV.
Variantes:
Bartell, Barthel, Bartl, Bartle - variantes associadas a Bartel.

520. Seemann: sobrenome poligenético que significa marinheiro, homem do mar. Provém etimologicamente dos termos do alto alemão antigo seo (lago, mar) e mann (homem). O sobrenome data do século XIII e ocorre principalmente no norte da Alemanha, contudo sem deixar de possuir grande representatividade em todo o país.
Variantes:
Seefahrer - forma com o mesmo significado.
Seman - variante arcaica, porém comum. Também é típica da República Tcheca.
Saeman - variante do norte e nordeste da Alemanha.
Zeman, Zemann - variantes próprias do sul da Alemanha, Áustria e República Tcheca.
Seeleute - variante no plural.
Zeemann, Zeeman - variantes dos Países Baixos.
Matrose - forma que significa marinheiro da marinha mercante. Variantes: Matroos (língua holandesa), Matelot (língua francesa).

521. Orth: sobrenome poligenético que significa aquele que vive na periferia (de um burgo, aldeia, vila, cidade, etc.). Provém etimologicamente do termo do alto alemão medieval ort (fim, ângulo, canto, ponta) com o sentido de extremidade de um lugar. No sul da Alemanha e na Áustria, ort significa tanto periferia quanto simplesmente lugar, banda, região.
Atualmente, o sobrenome se concentra na Renânia-Palatinado, Hesse e Renânia do Norte-Westfália. Data do século XIV.
Variantes:
Ort - variante simples e comum, mas hodiernamente significa lugar em alemão.
Orths, Orts - variantes relacionadas.
Ohrt - variante encontrada na Suíça e no norte da Alemanha.
Orth (toponímico) - corresponde a três lugares na Alemanha e um na Polônia.

522. Süss ou Süß: sobrenome poligenético que significa doce, agradável, charmoso, simpático, gentil, suave, amável. Pode possuir também o sentido hipocorístico de bonitinho, gracinha, fofinho, coisa amada carinhosamente. É um sobrenome bastante relacionado a famílias judias, mas não de modo estrito, existindo linhagens autenticamente cristãs com este sobrenome. Evidentemente vincula-se a uma característica comportamental.
Provém etimologicamente do alto alemão medieval sus com idêntica correspondência. Data do século XIII. Ocorre em toda a Europa de língua alemã.
Variantes:
Suss - variante comum no oeste e norte da Alemanha.
Seuss, Seus - variantes típicas da Francônia e Baviera.
Süsse, Suesse - variantes relacionadas.
Zoet - variante na língua holandesa.
Siess - variante da região do Sarre.
Slodki - variante na língua polonesa.
Sladky - variante na língua tcheca.
Goldig - forma própria na língua suábia.
Suess, Sues - variantes comuns.

523. Loos: sobrenome poligenético com três acepções possíveis:
1 - Derivado do alto alemão medieval los que significa livre, único, no sentido de um indivíduo livre, proprietário, que não é servo; porém também com o sentido de astuto, imprudente, atrevido, denotando uma característica comportamental.
2 - De acordo com o Duden Lexikon derivado do verbo do alto alemão medieval lôse que significa semear, correspondendo portanto a semeador, agricultor.
3 - Do alto alemão medieval lohse que significa perda, correspondendo a um agricultor que perdeu sua terra, sua propriedade. Pode ainda, dentro deste mesmo significado, corresponder paradoxalmente a lote, isto é, alguém que recebe um lote, proprietário, colono.
O sobrenome é mais comum na Renânia do Norte-Westfália, Renânia-Palatinado, Baviera e Saxônia. Data do século XIV.
Variantes:
Lohse - variante arcaica típica da Saxônia.
Losse - variante arcaica do leste europeu.
Lasen, Laze, Laz, Lasse - variantes arcaicas do leste da Alemanha, principalmente Saxônia, Silésia e arredores.
Los - variante encontrada no centro-oeste da Alemanha.
Lohs - variante encontrada na Turíngia, Saxônia, sul de Brandemburgo e sul da Saxônia-Anhalt.
Looss - variante encontrada na Saxônia.
Loose - variante encontrada na Baviera, Hesse, Renânia-Palatinado e Saxônia.

524. Stiller: sobrenome poligenético que significa silencioso. Provém etimologicamente do alto alemão medieval stillen com o mesmo sentido. Data do século XIII e ocorre principalmente na Saxônia, Saxônia-Anhalt, Baixa Saxônia, Brandemburgo e região de Berlim.
Variantes:
Stille - variante que significa literalmente silêncio.
Stillen - variante muito comum na Baixa Saxônia.
Stiehler - variante com maior ocorrência na Saxônia-Anhalt.
Stieler - variante mais comum na Turíngia, Baden-Württemberg, Hesse, Baviera e Saxônia.
Stihler - variante encontrada na Baixa Saxônia e região de Hamburgo.

525. Oppermann: sobrenome poligenético que significa sacristão. Provém etimologicamente do alto alemão medieval opperman com o mesmo sentido. Data do século XIII e ocorre principalmente na Baixa Saxônia, sendo considerado uma forma típica desta região.
Variantes:
Opperman - variante comum.
Opfermann, Opferman - variantes do centro-norte da Alemanha.
Obermann, Oberman - variantes comuns da Westfália, Baixa Saxônia, norte do Hesse e Turíngia.
Obemann, Obeman, Obmann, Obman - variantes do baixo alemão.
Overmann, Overman - variante pouco comum na Alemanha, mas com ocorrência nos Países Baixos e na língua inglesa.










Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...