domingo, 20 de março de 2016

Mapa da região do Forte São Gonçalo no século XVIII

Extraído originalmente do link: http://fortalezas.org/?ct=fortaleza&id_fortaleza=383&muda_idioma=PT 

Mapa histórico datado da 2a. metade do século XVIII, em que é possível identificar a região do Forte de São Gonçalo que ficava às margens do rio Piratini. Interessante e valioso por mostrar a hidrografia da época, bem como alguns pontos do relevo. Este mapa foi coletado para o artigo "Fortificações no Brasil", de Augusto Fausto de Souza que foi publicado no tomo XLVIII, parte II da Revista Trimestral do Instituto Histórico, Geográfico  e Etnográfico do Brasil, ano de 1881.

Sobre o Forte de São Gonçalo:
Forte de São Gonçalo localizava-se na margem direita do rio Piratini, próximo à foz deste no sangradouro da Lagoa Mirim, hojecanal São Gonçalo, na região sul do estado brasileiro do Rio Grande do Sul.
Fortificação de campanha erguida em 1755, com a função de depósito dos víveres da comissão demarcadora da Coroa portuguesa, cujos trabalhos foram ameaçados pelas hostilidades dos Guaranis-missioneiros no contexto da Guerra Guaranítica (1754-1756) (SOUZA, 1885:132). Este primeiro forte foi abandonado em 1762.
Durante a Revolução Farroupilha (1835-1845), o mesmo local foi ocupado pelos farrapos, para controlar o acesso a Porto Alegre, ocupada de 20 de Setembro de 1835 a 15 de Julho de 1836 pela Lagoa Mirim e a Lagoa dos Patos.
SOARES (1978) reporta que esta posição sofreu bombardeio pelas forças legalistas representadas pela barca a vapor "Liberal", comandada pelo Segundo-Tenente Joaquim Raimundo de Lamare, as canhoneiras "Oceano" e "São Pedro Duarte", tendo o fogo das baterias farroupilhas afundando esta última (1836).
Acredita-se que esta posição tenha sido retomada pelas forças legalistas sob o comando do Capitão de Mar-e-Guerra John Pascoe Grenfell, quando da reconquista de Porto Alegre em Agosto de 1836, tendo sido arrasada na ocasião.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...