quinta-feira, 13 de julho de 2017

Sobrenomes pomeranos - Parte 05

Roupa típica da Pomerânia
Reproduzimos aqui em forma de lista os sobrenomes pomeranos pesquisados por Edward Breza, que incluem sobrenomes encontrados em suas pesquisas nas voivodias (províncias) polonesas da Pomerânia, Pomerânia Ocidental e Cujávia-Pomerânia, mas não sabemos dizer se incluem sobrenomes presentes no estado alemão de Mecklemburgo-Pomerânia. Vale lembrar que a antiga região da Pomerânia incluía territórios majoritariamente poloneses na atualidade e uma porção menor hoje pertencente a Alemanha. Há menos de 100 anos, toda essa região era ainda parte do Império Alemão e retornando ainda 200, 250 anos a Pomerânia fazia parte do Reino da Prússia (embrião da Alemanha moderna). Segue, pois, a lista simples dos sobrenomes pesquisados por Breza, de acordo com o pesquisador polonês Janusz Stankiewicz.

Para tanto, tomamos a liberdade de fazer alguns melhoramentos e adições para melhor compreensão dos leitores de língua portuguesa, principalmente fazendo uso das versões em língua alemã e língua polonesa da Wikipedia, assim como do Wikcionário também das respectivas línguas. Também fizemos uso do Dicionário Geográfico do Reino da Polônia e outros países eslavos (no original polonês Slownik geograficzny Królestwa Polskiego i innych krajów slowianskich). 

Edward Breza (nasc. 1932) é professor emérito de Humanidades da Universidade de Gdansk, na Polônia. Com formação em Filosofia e Teologia e mestrado em Filologia. Suas principais áreas de estudo constituem a história da língua polonesa, linguagem, onomástica, dialetologia, especialmente sobre as etnias cassúbia e pomerana. Dentre suas várias obras sobre Onomástica, destaca-se Os Nomes dos Pomeranos - Origem e Mudança (no original polonês Nazwiska Pomorzan - Pochodzenie i Zmiany)de 2001, publicada pela própria universidade em que leciona, que lhe valeu um prêmio especial do Ministério da Cultura da Polônia. Breza também é membro do Comitê Internacional de Onomástica.

566. Ignar, Ignarowicz, Ignarowski, Igner, Ignera, Ignerski, Ignor, Ignorowicz - patronímico de nome próprio Ignacy (Inácio em português).
567. Isaiacz, Isaiasz, Isaj, Isajasz, Isajczew, Isajczuk, Isajew, Isajko, Isajow, Isajuk - patronímico do nome próprio Izajasz (Isaías em português).
568. Itrich, Itrych, Itryk, Ittrich - patronímico do nome próprio alemão Dietrich (Teodorico em português).
569. Iwataj, Iwati, Iwatowicz - sobrenome que pode corresponder a três diferentes significados a seguir: significa uma espécie de  salgueiro (gênero Salix); uma forma patronímica do nome polaco Iwo (Ivo em português); uma espécie de planta comestível da família Asteraceae.
570. Jabkowicz, Jabkowski, Jablko, Jablokowicz, Jablkowski, Jablonka, Jablonko, Jablon, Japkiewicz, Japko, Japkowski - maçã, macieira (Malus domestica).
Jackel, Jackiel, Jäkel, Jaekel, Jäckel, Jaeckel, Jakelaszek, Jakiel, Jakielarz, Jakielasz, Jakielaszek, Jakielczyk, Jakielewicz, Jakielski - patronímico do nome próprio Jakub (Jacó em português).
571. Jackob, Jackow, Jackowski, Jacks, Jackuw, Jankowski - pode corresponder a variações do patronímico de Jakub (veja item anterior), bem como pode ser um toponímico referente à localidade de Jackowo, no município de Choczewo, Pomerânia, Polônia.
572. Jahnke, Janek, Jank, Janke, Janko, Janker, Janki, Jankiewicz, Jankicz, Jankowski - patronímico do nome próprio Janek - cujo significado pode variar como tanto sendo uma forma eslava para o nome João, quanto uma denominação do mês de janeiro, ou mesmo uma forma eslava para o nome Januário. Em alguns casos, alguns dos sobrenomes podem ser formas patronímicos de Jakub ou Jakob.
573. Jarkusz, Jarkuszewicz, Jarkuszynski - patronímico do nome próprio Arkadiusz (Arcádio em português).
574. Jaskolski, Jaskola, Jaskolka, Jaskolko, Jaskolkowski, Jaskulke,Jaskula, Jaskulka, Jaskulkowski, Jaskulowski - andorinha (família Hirundininae).
575. Jastak, Jastal, Jastek, Jasten, Jastkowiak, Jasto, Jastorek, Just, Justa, Justek, Justka, Justke, Justt - patronímico do nome próprio Jastak ou Jastek (Justus em latim. Justo em português).
576. Jastrau, Jastrow, Jastrowski - toponímico referente à cidade de Jastrowie (Jastrow em alemão), província da Grande Polônia, Polônia.
577. Jaszyk - uma antiga denominação do mês de janeiro entre os polacos, mas também um patronímico do nome próprio Jaszyk (possui o mesmo significado).
578. Jazdzewski, Jazdze, Jazdzyk - toponímico referente à aldeia de Jazdze, distrito de Kolobrzeg, município de Dygowo, Pomerânia Ocidental, Polônia.
579. Jazy - açude, barragem, dique.
580. Jazwic, Jazwicki, Jazwicz, Jazwiec, Jazwiecki, Jazwik, Jazwinski, Jezwiecki - texugo-europeu (Meles meles), ou ainda também pode corresponder a um toponímico referente a Jazwiny - nome de lugar comum na Polônia, Ucrânia e Belarus.
581. Jednoralik, Jednoralski, Jednoral, Jednoralek, Jednorolik, Jednorolski - descartável, excedente, algo que sobra.
582. Jedwab, Jedwabnik, Jedwabny, Jedwabski - seda (o tecido). Também pode ser um toponímico de Jedwabno, município na província de Wármia-Masúria, Polônia.
583. Jendernal, Jendernalik, Jendral, Jendrall, Jendralski, Jendrnal, Jendrnalik, Jedrnal, Jedrnalik, Jedroch, Jendrna - patronímico do nome próprio Jedrzej, típico da etnia cassúbia (corresponde ao nome André em português).
584. Jeschke, Jeszka, Jeszke, Jeszkie - patronímico que é resultado da germanização do nome próprio eslavo Jasiek (significado "Deus é gracioso", "Graça de Deus").
585. Jeziorny - lago.
586. Jona, Jonas, Jonasz, Jonah, Jonaszek, Jonaszewski, Jonaszka, Jonaszko - patronímico do nome próprio Jonasz (Jonas em português).
587. Jordan, Jordanek, Jordanowski, Jordanski - patronímico do nome próprio Jordan (Jordano em português). Também pode ser um toponímico referente à Jordanowice - nome de lugar encontrado recorrentemente na Polônia.
588. Juda, Judek, Judewicz, Judicki, Judycki, Judzin, Judzinski - patronímico do nome próprio Juda (Judá ou Judas em português).
589. Jurga, Jurgas, Jurgasz, Jurgiel, Jurgielewicz, Jurgin, Jurgo - patronímico do nome próprio Jerzy (Jorge em português). As formas listadas são derivados do diminutivo do nome.
590. Juschkewitz, Juszek, Juszewski, Juszka, Juskiewicz, Juszko, Juszkow, Juszkowiak, Juszkowicz - patronímico do nome próprio Ushko - forma pomerana e cassúbia para o nome próprio eslavo Jusch (Justino em português).
591. Jutrzenka, Jutrzenko, Jutrznia, Jutrzonka - toponímico referente à Jutrzenka, vila no distrito de Bytow, município de Borzytuchom, Pomerânia, Polônia.
592. Kabulla, Kabul, Kabula - significado incerto, pois literalmente significa Cabul (capital do Afeganistão); entretanto, pode ser uma aliteração fonética derivada com o significado de cabeça.
593. Kadala, Kadalski, Kadau, Kadow, Kadowski - toponímico referente a Kadow, um distrito no município de Mestlin Ludwigslut-Parchim, Mecklemburgo-Pomerânia, Alemanha, ou ainda um outro distrito no município de Völschow, Mecklemburgo-Pomerânia, Alemanha.
594. Kahl, Kahler - careca, nu, sem pelos.
595. Kahlau, Kalau - toponímico referente à localidade de Kahlow, distrito de Wroclaw, Baixa Silésia, Polônia.
596. Kahlemberg, Kahlenberg, Kahlenberger - toponímico referente à Kahlenberg - nome de lugar comum na Europa de língua alemã. Kahlenberg significa montanha nua, morro pelado.
597. Kaiowski, Kajowski, Kaj, Kaja, Kayak, Kajan, Kajas, Kajat, Kajba, Kay  - arrependido, penitente, piedoso.
598. Kaisel, Kaiser, Kaizar, Kaizer, Kajser - imperador.
599. Kajla, Kajler, Kajling - cunha, o ofício de carpinteiro ou moveleiro, alguém que trabalha com cunhas de madeira.
600. Kakus, Kakusik, Kakuszka, Kakuszke - fogo-fátuo, por isso a conotação serve para designar alguém que vive em zona pantanosa.
601. Kalas, Kallas - patronímico de Mikolaj (Nicolaus em alemão, Nicolau em português).
602. Kalawa, Kalawicz, Kalawski - toponímico referente ao rio Kulawa, na bacia do rio Brdy, norte da Polônia.
603. Kalb, Kalba, Kalbe, Kalf, Kalfa, Kalfacki, Kalfak, Kalp - bezerro, touro novo.
604. Kalenbach - rio de corredeiras.
605. Kalinka, Kalina - viburno (Viburnum tinus) - uma planta da flora europeia. Também pode corresponder à vila homônima no município de Jablon, distrito de Parczew, província de Lublin, Polônia.
606. Kalinowski - toponímico referente à cidade de Kalinowo, província da Wármia-Masúria, Polônia.
607. Kalkstein, Kalkstejn, Kalksztajn, Kalksztein, Kalkstejn - calcário, cal. Também pode ser um toponímico derivado de Kalkstein - nome de lugar comum na Alemanha e Polônia.
608. Kalwa - toponímico referente a duas localidades homônimas: uma na região de Stary Targ, distrito de Sztum, Pomerânia, Polônia; outra na região de Grunwald, distrito de Ostroda, Wármia-Masúria, Polônia.
609. Kaldowski - toponímico referente a Kaldowo (nome alemão Kalthof), município de Malbork, distrito de Malbork, Pomerânia, Polônia.
610. Kaluski, Kaluszyn, Kaluszyner, Kaluszynski - toponímico referente a Kaluszyn, cidade da Mazóvia, Polônia.
611. Kamel, Kamela, Kamelak, Kamelka, Kamell, Kamella, Kamelski, Kameluk - camelo, porém figurativamente: bobo, idiota, palerma.
612. Kamien, Kamienski, Kamin - pedra, rocha. Está associado a uma série de topônimos no leste europeu, correspondendo a vilas, aldeias, cidades e acidente geográficos, bem como pode indicar uma profissão que trabalhe com pedras ou rochas (pedreiro, mineiro, picador, etc.).
613. Kamirowski, Kamierowski, Kamierowskie, Kamrowski - toponímico referente à aldeia de Kamierowskie Piece, distrito de Starogard, município de Skarszewy, Pomerânia, Polônia.
614. Kamp, Kampa, Kampar, Kampe, Kampen, Kamper, Kemp, Kempa, Kempe, Kemper, Kepa, Kiempa - tem significados vários, dentre eles: um tipo de vegetação arbustiva; uma espécie de planta arbustiva; campo, isto é, pessoa do campo; espécie de ilha num rio ou lago; homem robusto.
615. Kamrad, Kamradek, Kamradt, Kamrat, Kamrath, Kamratowski, Kamratzki - companheiro, camarada, amigo, colega, alguém que compartilha do mesmo espaço (principalmente no contexto militar).
616. Kandula, Kanduslki - campo de trevos (gênero Trifolium).
617. Kank, Kanka, Kanke, Kankowski - patronímico do antigo nome eslavo e polaco Kanimir (significado: aquele que recebe com tranquilidade, hospitaleiro).
618. Kannenberg - toponímico referente à aldeia de Kania-Chociwel (nome alemão Kannenberg), distrito de Stargard, Pomerânia, Polônia.
619. Kantak - borda aplainada de um terreno.
620. Kapelisz, Kapeliszny, Kapeluch, Kapelus, Kapelusz, Kapeluszka, Kapeluszna, Kapelusznik, Kapica, Kapicer, Kapiciak, Kapicki, Kapiczak, Kapiczek, Kapiczenko, Kapiczka, Kapiczke, Kapiczko, Kapiczowski, Kapiczynski - corresponde a três acepções possíveis: literalmente chapéu ou capuz (podendo assim corresponder a ideia de guarda, soldado); a parte superior dos cogumelos (podendo assim corresponder a um ofício extrativista); uma forma figurativa para designar monges ou religiosos de modo geral.
621. Kapinos, Kapiszka, Kapiszke - gáspea (parte superior e frontal de calçados); designa o ofício de sapateiro.
622. Karnowski - toponímico referente à vila de Karnowo, distrito de Naklo, município de Naklo nad Notecia, Cujávia-Pomerânia, Polônia.
623. Karp, Karpa, Karpienski, Karpinski, Karpio - carpa europeia (Cyprinus carpio).
624. Karsonek, Karsunke, Karszewski, Karszna, Karsznia, Karsznice, Karsznicki, Karszniewicz, Karszonek, Karszonk - forte, robusto, homem forte.
625. Kartus, Kartuschinski, Kartusiak, Kartusiewicz, Kartusinski, Kartusz, Kartuszewicz, Kartuszewski, Kartuszynski, Kartuz, Kartys, Kartysz - cartuxo, membro da Ordem de São Bruno; também pode ser um toponímico referente a Kartuzy, cidade na Pomerânia, Polônia.
626. Kas, Kasa, Kasch, Kascha, Kass, Kassa - movimentado, animado, mal-humorado, corpulento, bonito.
627. Kaschub, Kaschuba, Kaschubowski, Kaszub, Kaszuba, Kaszube, Kaszubik, Kaszubowski, Kaszubski - cassúbio (grupo étnico).
628. Kasprzak - patronímico do nome próprio Kaspar (Gaspar em português).
629. Katar, Katara, Katarak, Katarz - corrimento nasal, excreção respiratória, catarro.
630. Katula, Katulisnki, Katulka, Katulla, Katulski - termo originário da língua ucraniana encontrado na língua polonesa; tem o significado de rolar, algo que rola ou gira, vagar, algo que vagueia, algo redondo que rola ou vagueia.
631. Kauca, Kauce, Kaucki, Kaucz, Kaudz, Kautsch, Kautz, Kautza, Kautzke, Kautzki, Kauz, Kauza - aluco (Strix aluco) - espécie de coruja noturna. Pode designar pessoa noturna ou ainda pessoa de voz sibilante.
632. Kawa, Kawka, Kawczak, Kawczanski, Kawczynski, Kawecki, Kaweczynska, Kaweczynske, Kaweczysnki, Kawski - gralha-de-nuca-cinzenta (Corvus monedula); também pode ser um toponímico.
633. Kakiel, Kaklewicz, Kaklewski, Kakol, Kakolewicz, Kakolewski, Kakolowski - berbigão (gênero Cerastoderma).
634. Keil, Keila, Keiler, Keiling, Kejla, Kejl - cunha.
635. Kelach, Kelas, Kelasz, Kelasinski, Kelaszinski, Kielas, Kielasiak, Kielasinski, Kielesinski - patronímico do nome Mikolaj (Nicolau em português).
636. Kelar, Keler, Kelermann, Kellermann, Keller, Kelerman, Kellert, Kielar, Kieler - proprietário de um celeiro, camareiro, o responsável pelo abastecimento de vinhos ou víveres de um nobre ou região.
637. Kelbratowski, Kielbratowski, Kilbratowski - um pequeno peixe da família da carpa; filé assado.
638. Kelpe, Kelpin, Kelpinski, Kielpik, Kielpin, Kielp, Kielpinski, Kielpsz - toponímico referente à aldeia de Kielpino, distrito de Kartuzy, município de Kartuzy, Pomerânia, Polônia.
639. Kels, Kelsch, Kelsz, Kiels, Kielsz - toponímico referente à cidade de Kielce, província de Santa Cruz (Świętokrzyskie em polonês), Polônia.
640. Kemicer, Kemitz, Kemmitz, Kemnic, Kemnicer, Kemnitz, Kiemnic, Kiemnitz - toponímico referente à cidade de Chemnitz, Saxônia, Alemanha.
641. Kep, Kepa, Kepal, Kiep, Kiepe, Kiepal, Kiepas, Kiepek, Kiepke, Kiepura - tolo, idiota.
642. Kerl, Kerlin, Kerle, Kerling, Kierlasz, Kierlik, Kierlin, Kierlinski, Kierlo, Kierlaj, Kierlanczyk, Kierlowicz, Kierlucki - camponês, homem comum sem título nobre.
643. Kedra, Kedras, Kedrasz, Kedrek, Kedren, Kedron, Kedrowski, Kedry, Kedryk, Kedryka, Kedryn, Kedryna, Kedrys - literalmente cabelo de noiva. Está relacionado ao rito da oczepiny - costume matrimonial eslavo em que a noiva tem sua trança cortada (atributo da virgindade e juventude) e é colocada em sua cabeça o véu e guirlanda características.
644. Kedzior, Kedziora, Kedziorek, Kedziorka - algo que tem obstáculo, algo trancado, algo fechado. Está relacionado a um verbo semelhante a "enrolar", por isso pode corresponder a uma pessoa de cabelos encaracolados, crespos.
645. Kida, Kidacki, Kidaj, Kidajczuk, Kidal, Kidalinski, Kidala, Kidalla, Kidalo, Kidalowski, Kidane, Kidankiewicz, Kidanowicz, Kidas, Kidawka, Kidawski, Kider, Kidera, Kidewicz, Kidiun, Kidlisz, Kidna, Kido, Kidocki, Kidon, Kidos, Kidun, Kydiba, Kidybinski, Kidysinski, Kidziak, Kidzynski, Khyed - gota, gotejamento, algo que se dispersa, esvai ou cai, podendo se referir a água ou frutos maduros de uma árvore. Ou ainda corda, encordoar, cordoamento, conforme um verbo cassúbio.
646. Kienitz, Kin, Kina, Kinicki, Kiniec, Kink, Kinka - ousado, corajoso, sábio, experiente.
647. Kieno, Kienow, Kinow, Kienowski, Kinowski - toponímico referente à aldeia de Kinowo (nome alemão Kienow ou Klenow), distrito de Kolobrzeg, município de Ryman, Pomerânia Ocidental, Polônia.
648. Kilngspohn - som, zumbido, som metálico. Conota um ofício de ferreiro ou metalúrgico.
649. Kindlarski, Kitlarz, Kitlasz, Kitler - retardatário, que fica ou está atrás. Ou ainda pessoa caduca ou vegetação caduca.
650. Kinne - barba.
651. Kip, Kipa, Kipka, Kipke - velho, tolo, malandro.
652. Klafa, Klafe, Klafcinski, Klafczynski, Klaff, Klafke, Klas, Klasa, Klase, Klasen, Klass, Klassa, Klasse, Klassen, Klausnic, Klawa, Klawczyk, Klawczynski, Klawe, Klawek, Klawik, Klawikowski, Klawinski, Klawiter, Klawko, Klawon, Klawski, Klewek, Klewko, Klawunn - patronímico do nome Mikolaj (Nicolau em português).
653. Klajn, Klajna, Klajne, Klajner, Klajnowicz, Klajnowski, Klayner, Klein, Kleina, Kleine, Kleiniewski, Klejn, Klejner, Klejnowski, Kleyn, Kleyna - pequeno.
654. Klajnszmit, Klajnszmyt, Kleinschmid, Kleinschmidt, Kleinschmied, Kleinschmiedt, Klejnszmit, Klejszmyt - pequeno ferreiro.
655. Klap, Klapa, Klapacz, Klapaczynski, Klapan, Klapec, Klapecki, Klapek, Klapenda, Klaper, Klaperski, Klapinski, Klapkowski, Klapper, Klep, Klepa, Klepe, Klepin, Klepacz, Klepladlo, Klepaj, Klepak, Klepala, Klepan, Klepas, Kleypas, Kleper - tagarela, falador, pessoa que range os dentes, pessoa extrovertida. Também pode indicar aplauso, tapa, algo que bate.
656. Klech, Klecha, Klechowicz, Klechowski, Klechta, Klem, Klema, Klemek, Klim, Klima, Klime, Klimek, Klimke - patronímico do nome próprio Klemens (Clemente em português).
657. Kleeman, Kleemann, Kleman, Klemann, Klemanski - no antigo reino da Polônia, entre os séculos XIV e XV, o funcionário designado para perseguir, investigar e processar ladrões e saqueadores em estradas; espécie de agente policial medieval.
658. Kleinfeld - toponímico referente ao distrito homônimo no município de Schönberg, Mecklemburgo-Pomerânia, Alemanha.
659. Klempien, Klempin, Klempowski - toponímico referente à aldeia de Klepino (nome alemão Klempin), distrito de Stargard, município de Stargard, Pomerânia Ocidental, Polônia.
660. Klepel - badalo de sino.
661. Klepin, Klepinski, Kleppien, Kleppin - peixe de água doce (Thymallus thymallus).
662. Klesiek, Klesiewicz, Klesinski, Klesny, Kleszczewnik, Kleszczynski - castrador de animais.
663. Klewer - trevo.
664. Klekosz, Klinkosz - alguém que se ajoelha.
665. Klick, Klik, Kluck, Kluckow, Kluk, Klukow - broto (de planta), homem pequeno, ou ainda um toponímico referente a Kuklowo (nome de lugar que se repete seis vezes na Polônia em diferentes províncias).
666. Klin, Klinach, Klina, Klinak, Klinar, Klinas, Klinasz, Klinasa, Klinast, Kline, Klinata, Klinath, Klinek, Klinen, Kliner - cunha, ou figurativamente o ofício de carpinteiro ou moveleiro.
667. Klingbail, Klingbajl, Klingbayl, Klingbeil, Klingbein, Klingbejl, Klingenfuss, Klingenhammer, Klinghein, Klingsohr, Klingsporn, Klingszporn, Klinsporn, Klinzporn, Klinszporn, Klunder - alguém que trabalha com alarido, fazendo barulho metálico. Provavelmente se relaciona ao ofício de lenhador ou ferreiro.
668. Kloc, Klocek, Klock, Klocke, Klocki, Kloki, Klockiewicz, Klocko, Klockowski, Klocman, Klocyk, Klotz, Klotzek, Klotzel, Klötzer, Klotzka, Klotzke, Kloz - bloco, tora de madeira, objeto que bloqueia.Pode corresponder aos ofícios de lenhador, construtor de diques, pedreiro, mineiro.
669. Klonder - uma espécie de ave (subfamília Criniferinae).
670. Klopar, Kloper - batedor, algo que bate. Pode estar relacionado a um ofício profissional.
671. Klub, Kluba, Klube, Klubek, Klubiak, Klubinski, Klubis, Klubisz, Klubka, Klubs, Klubsz, Klupa, Klupak, Klupaty, Klup, Klupowski, Klupp, Kluwe, Kluwak, Kluwa, Kluwicz - torrão, ou no aspecto mais específico: espécie de solo argiloso com espessura de 10 a 50 cm caracterizado por sua compactação. Também pode designar figurativamente mulher feia, pessoa feia.
672. Klobuch, Klobuchowski, Klobucki, Klobuczek, Klobudzki, Klobuk, Klobukowski - chapéu, chapeleiro, ou ainda, subida, ladeira.
673. Klobusinski, Klobusz, Klobuszek, Klobuszewski, Klobuszowski, Klobuszynski, Klobus, Kobus, Kobusz, Kobusek, Kobusiak, Kobusiewicz, Kobusiunski, Kobuszewski, Kobuszowski, Kobuszynski, Kobuz, Kobuzinski - falcão (gênero Accipitrinae).
Klodawa, Klodawski - toponímico referente à cidade de Klodawa, província da Grande Polônia, Polônia.
674. Klopocinski, Klopociuk, Klopocki, Klopot, Klopotek, Klopotkowski, Klopotowski - problema, problemático, colérico, tumulto, tumultuado, motim, amotinado, perseguido, sobressaltado.
675. Kmiec, Kmieciak, Kmiecic, Kmiecicki, Kmieciech, Kmieciewicz, Kmieciek, Kmiecikiewicz, Kmiecikowiak, Kmiecikowski, Kmieciriski, Kmieciok, Kmieciuk, Kmieckowiak, Kmiecki, Kmiecun, Kmiecyk, Kmieczak, Kmieczyk, Kmieczysnki, Kmieckowiak, Kmieckowski, Kmietko, Kmiot, Kmiotczyk, Kmiotek, Kmiotko - camponês, servo feudal.
676. Knap, Knapa, Knapacz, Knapcyk, Knapczysnki, Knape, Knapek, Knapiak, Knapien, Knapienski, Knapik, Knapisnki, Knapis, Knapisz, Knapisiewicz, Knapiszewski, Knapiuk, Knapkiewicz, Knapok, Knapp, Knappe, Knappik, Knaps, Knapski, Knobbe, Knobe, Knop, Knopa, Knopacki, Knopczyk, Knopczysnki, Knopek, Knopiak, Knopik, Knopinski, Knopis, Knopisz, Knopkiewicz, Knopowski, Knop, Knopp, Knoppe, Knoppek, Knoppik, Knops, Knopsz - pode ter três significados convergentes: jovem, escudeiro, trabalhador jornaleiro, aprendiz em uma corporação de ofício.
677. Kneba, Knib, Kniba, Knibb, Knyba, Knybba, Knype, Knypek - sobrenome de origem cassúbia que se refere a uma espécie de pesca com haste típica daquela região; designa portanto o pescador que usa este artifício ou simplesmente pescador.
678. Kneter, Knetter, Kniter, Knitter, Knittler, Knytter, Knyttler - vara, bastão, ou ainda ferreiro que produz ligas metálicas ou profissional que constrói cercados.
679. Knof, Knoff - denominação genérica para tubérculos ou plantas com rizoma, designando assim um ofício agrícola. Figurativamente: homem velho, decrépito.
680. Knol, Knoll, Knolek, Knolik, Knola - simplório, pessoa simples, pessoa humilde.
681. Knut, Knuta, Knutch, Knuter, Knuth, Knutowicz, Knutowski, Knutsen, Knutsson - cuteleiro, acerador. 
682. Kob, Kobe, Kobacz, Kobak - patronímico do nome Jakub (Jacobus em latim, Jacó em português).
683. Kobiel, Kobiela, Kobielach, Kobielak, Kobielanski, Kobielara, Kobielarz, Kobielarsz, Kobielas, Kobielasz, Kobielec, Kobielewski, Kobielka, Kobiella, Kobielnik, Kobielski, Kobieluch, Kobielus, Kobielusz - cesta de vime; o ofício de cesteiro; ou ainda uma forma pejorativa para designar camponês, homem do campo.
684. Kobren, Kobrin, Kobron, Kobryn, Kobryner, Kobryniak, Kobryniec, Kobryniecki, Kobryniuk, Kobryn, Kobrynczuk, Kobrynski - toponímico referente à cidade de Kobryn, região de Brest, Bielorrússia.
685. Kochan, Kochanek, Kochanowski, Kochanski - toponímico referente ao município de Kochanowice, no distrito de Lubliniec, província da Silésia, Polônia.
686. Koden, Kodeniec, Kodenik, Kodeniuk, Kodena, Kodin, Kodon, Kodoniec - toponímico referente ao município de Koden, distrito de Bialski, província de Lublin, Polônia.
687. Kodra, Kodracki, Kodran, Kodranski, Kodras, Kodrasz, Kodricki, Kodritzki, Kodrnia, Kodrnja, Kodron, Kodrow, Kodrowski, Kodrycki, Kodrycz, Kodrylewski, Kodrys, Kodrysz, Kodrzycki, Kodrzysnki - retalho de pano ou grande mancha de neve. Pode designar o tecelão que comercializa roupas de segunda mão ou ainda pessoa pobre (que usa roupas remendadas). No sentido de lugar, pode corresponder a um local em que a neve derrete antes do início da primavera.
688. Koepke - tolo.
689. Koflich, Koflicha, Koflik, Koflinski, Kofluk - provavelmente alambiqueiro, profissional que realiza o processo de destilação em bebidas alcoólicas.
690. Kogut, Kogutek, Kogutiuk, Kogutowicz, Kokot - galo (Gallus gallus domesticus).
691. Koko - ovo de galinha.
692. Kokosz, Kokoszka - galinha (Gallus gallus domesticus).
693. Kolacki, Koland, Kolande, Kolat, Kolata, Kolatowski, Kolaty, Kolatzki, Kolent, Kolenta, Kolis, Kolisz, Kolisch, Kolischer, Koliszew, Koliszewski, Koliszka, Koliszko, Kolit, Kolitt, Kolitz, Kolk, Kolka, Kolke, Kolkiewicz, Kolkowicz, Kolkowski - patronímico do nome Mikolaj (Nicolau em português).
694. Kolanko, Kolankowicz, Kolankowski, Kolano - joelho.
695. Kolarz, Kolesiuk, Kolesnikowski, Kolesnik, Kolesnikov, Kolesnikowicz, Kolodziejak, Kolodziej, Kolodziejczak, Kolodziejczek, Kolodziejczk, Kolodziejczuk, Kolodziejczy, Kolodziejczyk, Kolodziejek, Kolodziejka, Kolodziejowski, Kolodziejski, Kolodziejuk - profissional que constrói carroças.
696. Kolber, Kolberg, Kolberger, Kolberski, Kolbert - toponímico referente à cidade portuária de Kolobrzeg (nome alemão Kolberg, antigo Colberg), Pomerânia Ocidental, Polônia.
697. Kolinski - toponímico referente referente à vila de Kolincz, no município de Starogard, distrito de Starogard, Pomerânia, Polônia.
698. Koliweszka, Koliwieszka, Koliwosz - abatedouro, matadouro.
699. Kolmec, Kolmetz, Kolmiec - sobrenome cassúbio: pequeno, pessoa ou coisa de pequeno crescimento; anão.
700. Komos, Komosa, Komosch, Komossa, Komosza - uma planta europeia (Chenopodium album).
701. Komsta, Komsten - chucrute, repolho fermentado, hortaliça fermentada.
702. Komuda, Komude, Komudzinski, Komunda, Komundry - relacionado a um local com muito nevoeiro ou garoa, local escuro ou sombrio, local em que há pouco sol na maior parte do ano.
703. Konat, Konrad, Kondradowicz, Kondratowicz, Konracik, Konraciuk, Konracki, Konrad, Konrada, Konradi, Konradko, Konradowicz, Konradowski, Konradt, Konrady, Konradz, Konradzko, Konrat, Konrath, Konratiuk, Konratowicz, Kors, Korsa, Korsek, Kort, Korta, Kortahs, Kortas, Kortass, Kortek, Korth, Kortus, Kortusz - patronímico de nome alemão Konrad (Conrado em português).
704. Konewka, Konewko, Konewski - artesão que produz recipientes para líquidos (vasos, jarros, copos, etc.).
705. Konitz, Konitzer, Konitzki - toponímico referente à cidade de Chojnice (nome alemão Konitz), Pomerânia, Polônia.
706. Konkel, Konkiel, Konklewski, Konkol, Konkolec, Konkolewicz, Konkolewski, Konkoll, Konkolowicz, Kunkel, Kunkiel - joio (Lolium temulentum).
707. Kop, Kopa, Kope - patronímico do nome Jakub (Jacobus em latim, Jacó em português).
708. Koper, Kopper - pode ter duas acepções: cobre (metal), designando um mineiro ou ferreiro; figurativamente denomina também pessoa de nádegas grandes.
709. Korbmacher - cesteiro.
710. Kord, Korda, Korde, Kordecki, Kordek, Kordel, Kordela - derivado de uma espécie de pequeno punhal de gume abaulado comumente usado por populações mais pobres, designando possivelmente uma condição servil ou um ofício agrícola. 
711. Korinth, Korynt, Krint, Krintus, Krynt - patronímico do nome próprio Korynt (Corinto em português). Também pode denominar um comerciante de uvas passas ou especiarias mediterrânicas em geral.
712. Kormoranski - cormorão ou corvo-marinho (família Phalacrocoracidae). Este pássaro era usado na Idade Média na pesca artesanal no norte da Europa.
713. Korzyb, Korzybski - toponímico referente à vila de Korzybie (nome alemão Zollbrücke), município de Kepice, distrito de Slupsk, Pomerânia, Polônia.
714. Kosbot, Kosbut, Kosobudzki, Kossobucki, Kossobudzki - toponímico referente à vila de Kosobudy (nome cassúbio Kosobud, nome alemão Kossabude), município de Brusy, distrito de Chojnice, Pomerânia, Polônia.
715. Koschalka, Koschalke, Koschnick, Koszalka, Koszalke, Koszalkowski, Kosznic, Kosznicki, Kosznik, Koszniruk, Koszny, Kosnicki, Kosnik, Kosnikowski - cesteiro, fabricante de cestas.
716. Kosin, Kossin, Kosyn - toponímico referente a duas vilas na Pomerânia, Polônia. Uma no município de Czaplinek, distrito de Drawsko; outra no município de Przelewice, distrito de Pyrzyce.
717. Kosior, Kosiora, Kosiorek, Kosiorkiewicz, Kosiorkowski, Kosiorowski, Kosiorow, Kosiorski, Kosiorysnki - derivado de um objeto pontiagudo e comprido que serve para revirar brasas e cinzas de uma fornalha ou lareira. Atiçador de lareira ou fornalha. Designa possivelmente um profissional que trabalha com fornalha.
718. Kosirog, Kosiorog, Kozirog, Kozirug - cabra.
719. Kosmal, Kosmala - toponímico referente a Kudlacz, localidade no município de Lezajsk, distrito de Lezajsk, província da Subcarpácia, Polônia.
720. Kostuch, Kostucha, Kostuj, Kostujak, Kostulak - patronímico do nome Konstanty (Constantino em português).
721. Kosycarz, Kosycorz, Kosyczarz - denominação para um proprietário de uma cabana ou choupana.
722. Kozczka - cavalinha (gênero Equisetum).
723. Kowal, Kowalczyk, Kowalek, Kowalke, Kowallek, Kowalski - ferreiro.
724. Kovel, Kowelczyk, Kowelec, Kowelski, Kowiel - toponímico referente à cidade de Kovel, região de Volyn, Ucrânia.
725. Kozlica - de um termo cassúbio que significa alegre, animado, entusiasmado.
726. Kpenhagen, Kppenhagen - toponímico referente à cidade de Copenhague, Dinamarca.
727. Krakal, Krakala, Krakallo - sapo, alguém que coaxa, refere-se portanto a uma característica da voz.
728. Krakau, Krakow - toponímico referente à província da Cracóvia, Polônia. Procedente da Cracóvia, cracóvio.
729. Kramp, Krampa, Kremp, Krempa, Krep, Krepa - termo usado para designar quem habita numa área pantanosa que foi drenada. Também pode corresponder a pessoa forte, viril, musculosa.
730. Kranich, Kranicki - cisne (gênero Cygnus).
731. Kraus, Krausa, Krausz, Krause, Krauz, Krauza, Krauze, Kresin, Kresinski, Kros, Krosz, Kroske, Krus, Krusa, Kruse, Krusy, Krusz, Kruz, Kruza, Kruze, Kruzia, Kruzicki, Kruzinski, Kruzo, Kruzowicz, Kruzy, Kruzycki, Kryza - pessoa de cabelo crespo, encaracolado.
732. Krebs, Krebz, Krebsz, Krefft, Kreffta, Kreft, Krefta, Kreps, Krewt - caranguejo (ordem Brachyura).
733. Krem, Krema, Kremowicz - pode ter três acepções: apicultor, um profissional que trabalha com natas (laticínios), ou ainda um extrativista de resinas vegetais.
734. Krepel, Kreppel, Kripel, Krippel, Krypel - aleijado, deficiente físico.
735. Kret, Kreter - toupeira-europeia ( Talpa europaea).
736. Krisel, Krizel, Kryzel, Krysel - pode ter duas acepções: pessoa irascível, ou ainda alguém que trabalha com arado, alguém que ara e revolve a terra.
737. Krogiert, Krüger, Kryger, Krygier - guerreiro, combatente, soldado.
738. Krolau, Krolop, Krolopp, Krolow, Krolowicz - toponímico referente ao local Krolewo - nome de lugar que aparece quatro vezes na Polônia: um no município de Stare Pole, distrito de Malbork, Pomerânia; um no município de Postomino, distrito de Slawno, Pomerânia; um no município de Joniec, distrito de Plonsk, Mazóvia; um no município de Morong, distrito de Ostroda, Wármia-Masúria.
739. Kroman, Krome, Kromen, Krommon - miolo de pão, migalha; pode se referir a alguém paupérrimo ou a indivíduo mirrado, fraco, de aparência débil.
740. Kropidlo, Kropidlowski - aspersor, aparelho de rega agrícola, borrifador, polvilhador.
741. Kropla, Kroplewski, Kroplisnki - gota d'água, gota de orvalho.
742. Kruszka, Kruszke, Kruszko - pera, pereira (gênero Pyrus).
743. Krych, Krycha, Krysz, Krzysz - patronímico do nome Krzysztof (Cristóvão em português).
744. Krzos, Krzosa, Krzosak, Krzosek, Krzoska, Krzoske, Krzoski, Krzosok, Krzosz - pederneira, sílex.
745. Kuba, Kubba, Kuband, Kubandt, Kubiak, Kubiek, Kubiok - patronímico do nome Jakub (Jacobus em latim, Jacó em português).
746. Kuck, Kuckowski, Kuk, Kuka, Kukacki, Kukaj, Kukalski, Kukal, Kukalowicz, Kukan, Kukaniec, Kukanowski, Kukanow, Kukanko, Kukar, Kukarczyk, Kukarkow, Kukas, Kukasek, Kukasiak, Kukasiewicz, Kukasik, Kukaszek, Kukaszewski, Kukaszuk, Kukat, Kukaty, Kuka, Kukuwa, Kukawczysnki, Kukawiec, Kukawiecki, Kukawieski, Kukawka, Kukawo, Kuker, Kukier, Kukierek, Kukierski, Kukoczka, Kukolowicz, Kukowka, Kukowski, Kukoczka, Kukolka, Kukol, Kukuc, Kukucz, Kukuczka, Kukuczko, Kukuk, Kukufka, Kukul, Kukulak, Kukulenko, Kukulla, Kukulowicz, Kukulowski, Kukulski, Kukula, Kukulka, Kukulkiewicz, Kukulko, Kukurek, Kukurski - cuco (família Cuculidae), figurativamente pessoa reclamona. Ou ainda um toponímico referente a Kukowo - uma vila no município de Skepe, distrito de Lipno, Cujávia-Pomerânia; uma vila no município de Barglow, distrito de Augustow, Podláquia; uma vila no município de Slupsk, distrito de Slupsk, Pomerânia; uma vila no município de Olecko, distrito de Olecko. Todos os locais na Polônia.
747. Kucmer, Kucmierczyk, Kucmierowicz, Kucmierz, Kucmirz, Kutzmer - patronímico do antigo nome polaco Chociemir, Chocimir, Kociemir, Kocimir, etc., que significa aquele que deseja a paz.
748. Kufel, Kufelewski, Kufelin, Kufelnicki, Kufelski, Kuffel, Kuflich, Kuflicki, Kuflik, Kuflikowski, Kuflinski, Kufloski, Kuflowicz, Kuflowski - jarro de beber; designa figurativamente o ofício de estalajadeiro. 
749. Kuhn, Kuhne, Kuhnke, Kun, Kuna, Kunat, Kunath, Kunrad, Kurs, Kursz, Kursa, Kursza, Kurschewski, Kursewicz, Kurszewski - valente, ousado, impetuoso. Pode também ser um patronímico curto do nome alemão Konrad (Conrado em português).
750. Kulas, Kulaschewicz, Kulaschewitz, Kulasek, Kulasiak, Kulasiewicz, Kulasiak, Kulasinski, Kulassek, Kulasz, Kulasza, Kulaszewicz, Kulaszewski, Kulaszinski, Kulaszynski, Kulas, Kulawski, Kulawy, Kulaz, Kulazinski, Kulchawiec, Kulchawik, Kulchawy, Kulhawic, Kulhawiec, Kulhawy, Kullas, Kullass - coxo. Ou ainda um toponímico referente à cidade de Kulawa, região de Lviv, Ucrânia.
751. Kulig, Kuligowicz, Kulik, Kuling, Kulinko, Kullick, Kullig, Kullike, Küllike, Kulling - pode se referir a dois pássaros do hemisfério norte: maçarico-de-bico-fino (Numenius tenuirostris) e maçarico-real (Numenius arquata). Pode corresponder a uma característica geográfica ou idiossincrática, figurativamente designando pessoa de nariz grande. Também pode ser um toponímico de Kulik, uma aldeia no município de Pisz, distrito de Pisz, Wármia-Masúria, Polônia.
752. Kumst, Kumsta, Kumstman - chucrute, hortaliça fermentada.
753. Kuno, Kunow - toponímico referente a oito locais diferentes na Polônia: três na Pomerânia, quatro na Grande Polônia e uma na Cujávia-Pomerânia.
754. Kuper, Kuperschmidt, Kuperschmied, Kuperszmidt, Kuperszmit, Kupfer, Kupper - latoeiro, artesão que trabalha com folhas de cobre.
755. Kuperberg - literalmente mina de cobre.
756. Kur, Kura, Kurach, Kuracha, Kurak, Kurek, Kurkowski - galináceo (Gallus gallus domesticus).
757. Kural, Kurala, Kuralowicz, Kuraw, Kurawa, Kurawiak, Kurawicz, Kurow, Kurowski - toponímico referente a Kurowo (nome alemão Kurau), nome de lugar que se repete em sete locais diferentes na Polônia: duas na Pomerânia, duas na Grande Polônia, duas na Mazóvia e uma na Podláquia.
758. Kurlancki, Kurland, Kurlanda, Kurlandczyk, Kurlandski, Kurlandzki, Kurlanczyk - toponímico que significa procedente da Curlândia, região histórica do oeste da Letônia.
759. Kusch, Kusche, Kusz - patronímico do nome Jakub (Jacó em português).
760. Kusojc, Kusow, Kusowicz, Kusowskie, Kussowski, Kuszewski, Kuszowski - toponímico referente à vila de Kusowo (nome alemão Kussow) - nome de lugar encontrado no município de Slupsk, distrito de Slupsk, Pomerânia; também no município de Dobrcz, distrito de Bydgoszcz, Cujávia-Pomerânia; ambas na Polônia.
761. Kustorz, Kustos, Kustosz, Kustosik, Kustuch, Kustusz, Kustuszow - curador, tesoureiro de um nobre ou de uma administração pública, custódio, o administrador dos bens de uma igreja: também sacristão.
762. Kwadrans, Kwadras, Kwadrens, Kwadrowski, Kwadrynski, Kwadrys, Kwadrysz, Kwandrac, Kwandrans, Kwandras - quadrado, quadrilátero; denomina um profissional que trabalha com medições geométricas, possivelmente arquiteto, matemático, etc.
763. Kwoszcz - cavalinha (gênero Equisetum).
764. Kynew - toponímico referente a Kinowo (nome alemão Kienow), município de Ryman, distrito de Kolobrzeg, Pomerânia Ocidental, Polônia.























































Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...