segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Significado e origem de sobrenomes alemães - Parte 35


556. Hagedorn: sobrenome poligenético que significa espinheiro-alvar ou corníolo (Crataegus laevigata). O espinheiro-alvar é uma planta arbustiva típica da Europa Central que produz uma madeira dura e compacta que era usada na fabricação de cabos de ferramentas. De seus frutos também se fabrica geleias e doces. O mais provável como origem do sobrenome é que ele se relacione a um habitante de um lugar com muitos espinheiros-alvares ou alguém que é duro e forte como um espinheiro-alvar. Igualmente o sobrenome pode ser um toponímico em boa parte dos casos, correspondendo a seis lugares na Renânia do Norte-Westfália. Aliás, muito provavelmente é deste região que o sobrenome é originário.
Data do século XIII e ocorre principalmente na Renânia do Norte-Westfália, Renânia-Palatinado, Hesse, Baden-Württemberg e Baixa Saxônia.
Variantes:
Haghedorn, Heydorn - variantes comuns.
Hagdorn - variante comum na Suábia.
Hagendorn - variante comum no sul da Alemanha e Suíça.
Hagedornes, Hagedorne - outras variantes.

557. Kersten: sobrenome patronímico que significa filho de Kersten. Kersten, Karsten ou Carsten são primeiros nomes próprios do baixo alemão sendo que todos estes correspondem ao nome latino Christianus (Cristiano em português) que nada mais é do que cristão. O sobrenome data do século XIII e ocorre principalmente no oeste da Renânia do Norte-Westfália, em toda a Saxônia-Anhalt, noroeste e norte de Brandemburgo e sul de Mecklemburgo-Pomerânia.
Variantes: 
Kerstianus - variante latinizada arcaica.
Kerstens - variante no plural.
Kertesen - variante patronímica
Karsten, Karstens, Kartensen - variantes comuns no norte e noroeste da Alemanha e Países Baixos.
Carsten, Carstens, Cartensen - variantes comuns no norte da Alemanha e Dinamarca.
Kerst, Carst, Karst - variantes curtas.
Kerstin, Kerstine, Kerstina, Kirsten, Kirst, Kirsti, Kirstin, Cerstin, Keri, Kiki - outras variantes relacionadas, sendo algumas matronímicas, outras causadas por contração ou aliteração. Também relacionadas ao norte e noroeste da Alemanha.

558. Resch (1a. vertente): sobrenome poligenético que significa ágil, brincalhão, rápido, ativo. Provém do termo homônimo do alto alemão medieval. Designa uma característica comportamental.
Resch (2a. vertente): sobrenome poligenético que significa inclinação, lugar com declive. Provém etimologicamente do termo homônimo do baixo alemão medieval, sendo relacionado à região de Ostfalen. Designa um habitante de uma região inclinada, de uma ladeira, de uma escarpa. 
O sobrenome data do século XIV e ocorre principalmente na Baviera.
Variantes:
Reschel, Reschl - variantes derivadas.
Rösch - variante que de acordo com os Irmãos Grimm se relaciona com à 1a. vertente.

559. Neu: sobrenome poligenético que significa novo. Provém etimologicamente do alto alemão medieval oriental niuwe com o mesmo sentido. Designa o novo colono, o colono imigrante de uma região. A primeira menção é de 1300 e o sobrenome ocorre principalmente no Sarre, com concentrações significativas também na Baviera, Renânia-Palatinado e Renânia do Norte-Westfália.
Variantes:
Ney - variante comum presente no Sarre e região renana.
Neuer - variante no comparativo da língua alemã.
Nei - variante na língua luxemburguesa.
Nieuw - variante na língua holandesa.
New - variante do noroeste da Alemanha.
Nowy - variante na língua sorábia.
Novy - variante na língua tcheca.

560. Pabst: sobrenome poligenético que significa papa. Provém etimologicamente do alto alemão medieval baebes ou babst com o mesmo sentido. O sobrenome surgiu na época da Reforma Luterana, de acordo com André Pabst, pois ele é muito comum nas regiões do Hesse, Turíngia, Saxônia e Hannover. Seria uma forma pejorativa para designar fiéis católicos que permaneceram vinculados à Igreja de Roma mesmo em áreas de maioria luterana. 
Variantes:
Bapst, Babst, Papst - variantes comuns.
Babest, Babist, Papest, Papist - variantes derivadas que significam literalmente papista.

561. Grün: sobrenome bastante relacionado a famílias judias, mas que também possui linhagens cristãs. Seu significado é verde. O sobrenome designaria uma pessoa que vive numa área verde, mormente uma área rural de campos verdes. O sobrenome aproximadamente data de meados do século XIII e ocorre mais ou menos regularmente em toda a Alemanha.
Variantes:
Gruen - variante mais comum, encontrada principalmente no centro-sul da Alemanha.
Grüne - variante simples.
Grun, Gruhn - variantes encontradas na região renana.
Grön, Groen, Gröns, Groens, Gröne, Groene, Grönes, Groenes - variantes no baixo alemão.
Gruna, Grunau - variantes da Silésia.
Grühn, Gruehn - variantes relacionadas à expansão prussiana.
Grünn, Gruenn - variantes mais comuns na Áustria.
Krün, Kruen - variantes na língua bávara.
Groen - variante comum nos Países Baixos e Bélgica.
Grön - variante no suíço-alemão.
Gront, Gröna - variantes na língua sueca.
Zielen - variante na língua polonesa.
Zallis - variante no antigo prussiano.
Zelen - variante na língua eslovaca.
Grüner, Gruener - variantes que significam literalmente verde enquanto substantivo.
Grünen, Gruenen - variantes no plural do substantivo da língua alemã.

562. Berthold: sobrenome patronímico que significa filho de Berthold. Berthold é um primeiro nome comum na língua alemã que é uma aglutinação dos termos do alto alemão antigo behrat (brilhante) e waltan (poder, autoridade, exército). O sobrenome data do século XI e ocorre principalmente na Saxônia.
Variantes:
Bertoldus, Berchtoldus - variantes arcaicas latinizadas.
Barthold - variante mais comum no norte da Alemanha.
Bartold - variante comum no norte da Alemanha.
Bertolt - variante mais comum na Baixa Saxônia e Saxônia-Anhalt.
Berthelt, Bertholdt - variantes encontradas na Saxônia.
Bertold - variante mais comum no sul da Alemanha.
Bert, Berti, Bertl, Bertel, Berto, Berthel, Berthels - variantes curtas mas que podem possuir outras raízes semânticas.
Berchtold - variante mais comum na Áustria, Suíça e sul da Alemanha.
Tölke, Tölcke, Toelke, Toelcke - variantes encontradas no baixo alemão e no norte da Alemanha de modo geral.
Bertel, Bertil - variantes da Escandinávia.
Berta, Bertha - variantes matronímicas relacionadas.

563. Bastian: sobrenome patronímico que significa filho de Bastian. Bastian é a forma curta do primeiro nome Sebastian (Sebastião em português) que se tornou mais comum do que o radical original. O sobrenome Bastian e suas variantes também são mais frequentes do que Sebastian
O sobrenome Bastian é relativamente recente para os padrões da Genealogia alemã, pois seu registro data do século XVIII. Ocorre principalmente no Sarre, Hesse e Baden-Württemberg. 
Variantes:
Sebastian - variante que corresponde ao radical original, mas que se tornou menos comum que a forma reduzida. Ocorre principalmente nos estados meridionais da Alemanha e na Áustria.
Sebastianus - variante latinizada pouco comum.
Basan - variante no baixo alemão.
Baschde - variante da Alta Suábia.
Baschdl - variante da Suábia.
Basti - variante encontrada no sul da Alemanha.
Bast - variante encontrada no norte da Alemanha.
Bastien - variante na língua francesa, mas também comum na Suíça.
Bastl - variante do centro-sul da Alemanha.
Sebastiaan, Bas, Baas - variantes dos Países Baixos, mas que também ocorrem no noroeste da Alemanha.
Sebbo, Sebi, Sebl, Set, Bäschtu, Bästeli, Baschi, Baschy - variantes no suíço-alemão e comum em vários cantões da Suíça.
Baschdi - variante na língua alemânica.
Wast, Wastl, Wastel - variantes na língua bávara e também comuns à Áustria.
Bastel - variante derivada encontrada na Renânia-Palatinado.
Basch - variante encontrada no Hesse e Baviera.

564. Volz: sobrenome patronímico que significa filho de Volkmar. Volkmar é um primeiro nome comum na língua alemã que significa pessoa famosa. Volz é a forma reduzida mais comum do patronímico. Ocorre em toda a Europa de língua alemã e data aproximadamente do século XIV.
Variantes:
Volkmar, Volmar, Volkmer, Volmer, Volckmar, Volckmer, Folcmar, Folckmar, Folkmar - variantes originais do patronímico.
Folz, Wolz, Voltz, Völz, Voeltz, Voelz - variantes curtas relacionadas em diversas regiões da Alemanha.

565. Grund: sobrenome poligenético que significa vale, depressão, planície. Provém etimologicamente do alto alemão medieval grunt com o mesmo sentido. Atualmente na Alemanha, Suíça e Áustria a palavra designa uma propriedade de terra qualquer no linguajar jurídico. 
O sobrenome é mais ou menos comum em toda a Europa de língua alemã, com uma concentração levemente maior na Saxônia-Anhalt e região de Berlim. Data do século XIV.
Variantes:
Grunde - variante mais comum.
Grund (toponímico) - refere-se a cerca de 30 lugares na Alemanha e Europa Central e Oriental.
Grunds, Grundes, Grunden - variantes no plural.
Grundmann - variante acrescida do sufixo mann, comum na Saxônia-Anhalt e Saxônia.
Grundemann - variante acrescida do sufixo mann, comum na região de Berlim.
Gruntmann - variante do centro-leste da Alemanha.

566. Hamm: sobrenome poligenético e toponímico com várias acepções possíveis. Enquanto toponímico se refere a vários lugares na Alemanha, principalmente na região renana. Enquanto poligenético pode ter os seguintes significados:
1 - Derivado do latino hamus que quer dizer gancho, sendo uma forma de designar as gavinhas dos vinhedos, designando assim um vitivinicultor ou aquele que trabalha num vinhedo.
2 - Derivado do baixo alemão medieval ham que quer dizer açude, designando assim aquele que vive próximo a açude ou aquele que é dono de um açude.
3 -  Derivado do baixo alemão medieval hame que quer dizer terreno circular, podendo também corresponder a eira, designando assim quem vive ou trabalha num terreno circular ou eira.
4 - Também é uma forma regional para chicote de animais, por isso em alguns casos pode designar o condutor de carruagens, carroças e faetons. 
5 - Derivado do baixo alemão medieval hamen que quer dizer um tipo de rede de pescaria de forma abalonada, designando assim um pescador que usa esse tipo de rede.
O sobrenome data do século XIII e ocorre principalmente na porção ocidental da Alemanha, especialmente no sul do Hesse.
Variantes:
Hamme - variante comum no norte do Hesse e Renânia do Norte-Westfália.
Ham - variante comum na Baixa Saxônia, Hesse e Renânia do Norte-Westfália.
Hame - variante encontrada na Renânia do Norte-Westfália.
Hamms - variante simples no plural.
Hammes - variante no plural encontrada na Renânia do Norte-Westfália e Renânia-Palatinado.

567. Wieczorek: sobrenome de origem silesiana-eslava com três acepções possíveis. Claramente é de origem polaca, mas é muito comum no leste da Alemanha. Pode ser um patronímico dos nomes próprios eslavos Wiesz e Wielislaw, sendo no caso linhagens com origem na Prússia Oriental no século XVII. Pode ainda estar relacionado ao termo polonês wieszac que significa pendurado, correspondendo a um habitante de um lugar íngreme, com muitas escarpas
A última acepção (bastante aceita no caso de linhagens procedentes da Alta Silésia) vincula-se ao termo polaco wieczór que significa bastão, sendo relacionado figurativamente à ideia de noite, hora noturna. Por isso, o sobrenome serviria para apontar notívagos, pessoas com hábitos noturnos, mais comumente músicos, artistas, dançarinos. Dataria aproximadamente do século XVII.
Variantes:
Wieczorrek, Wirschurke - variante relacionadas do leste e nordeste da Alemanha.

568. Stern: sobrenome poligenético de amplo significado e origem, comum na Europa Central a famílias judias e cristãs. Entre as origens listadas seguem:
1 - Um nome de casa nos burgos alemães medievais.
2 - Um topônimo.
3 - Um sobrenome judeu que remete à estirpe de David.
4 - Derivado do alto alemão medieval steer que significa carneiro ou animal de chifres, designando assim um pastor de ovinos ou caprinos.
5 - Derivado do baixo alemão steer que quer dizer touro. Podendo corresponder por esta razão a um criador de touros ou alguém forte como um touro.
6 - Derivado do uso figurativo do termo stern para pessoas expansivas, que chamam à atenção.
7 - Em Brandemburgo, Stern é o substantivo usado para designar encruzilhada, ponto em que caminhos se cruzam. Por isso, refere-se aquele que habita próximo ou numa encruzilhada.
8 - Pode ainda também designar no contexto medieval uma pessoa dura, séria. Derivado do vocábulo anglo-saxão styrne com o mesmo sentido.
O sobrenome data do século XIII e é originário do sudoeste da Alemanha, principalmente Baden. Atualmente, o sobrenome é comum em toda a Europa de língua alemã, mas se concentra principalmente no sul da Alemanha e na região da Basileia, na Suíça.
Variantes:
Sterne, Sternen - variantes no plural da língua alemã.
Sterno - variante no alto alemão clássico.
Stairno - variante na língua gótica.
Stjärna - variante na língua sueca.
Sterre, Sterro - variantes arcaicas.
Ster, Sterretje - variantes na língua holandesa.
Stehr, Staer, Stahr, Steehr, Steer, Sterz, Stär, Stähr - variantes relacionadas encontradas em diversas regiões alemãs.
Starr - variante encontrada na região do Mar do Norte.

569. Lukas: sobrenome patronímico que significa filho de Lukas (Lucas em português). O sobrenome data do século XII e ocorre em toda a Europa de língua alemã de forma regular. Vale lembrar que em várias línguas escandinavas, germânicas e eslavas, a forma Lukas é um homônimo comum.
Variantes:
Luka - variante simples.
Lukács - variante na língua húngara.
Lukasz - variante na língua polonesa.
Lukan - variante na língua croata.
Lucas - variante encontrada no noroeste da Alemanha.

570. Hänisch: sobrenome patronímico que significa filho de Hänisch. Hänisch é a forma eslava medieval para Johann (João em português). Data do século XIII e é comum em Brandemburgo.
Variantes:
Hanisch, Harnisch, Härnisch, Haenisch, Haensch, Haernisch, Harnsch - variantes comuns.
Hannack, Hanack - variantes da Lusácia.
Hanschke - variante de Mecklemburgo-Pomerânia.









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...